• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Sábado, 16 de Setembro de 2017

Morre aos 65 anos o jornalista Marcelo Rezende
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Terça-feira, 12 de Setembro de 2017

Xico Sá critica Zezé Di Camargo: "se o pau de arara fosse no seu c...."

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > transportes > metrô

Transportes - Metrô

 

Quarta-feira, 06 de Julho de 2016

MetrôRio: grupo chegou a estação disposto a brigar

Da Redação

A violência registrada pelas câmeras de fotógrafos e cinegrafistas que fizeram uso do Metrô do Rio na noite desta terça-feira (5) não revelou tudo o que ali se passou. Segundo a assessoria do metrô, a agressão não foi unilateral. Diz a nota que um grupo de ativistas que horas antes participara de um protesto diante da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), ao chegar ao Metrô da Uruguaiana, provocou seguranças do metrô já com a intenção de registrar as imagens. A comprovação estariam em dezenas de imagens colhidas pelas câmeras internas da estação da Uruguaiana que estão a disposição da polícia.



Algumas das imagens disponíveis na internet revelam o uso de cassetetes contra alguns dos ativistas, mas omitiriam, segundo a assessoria, o início da confusão. Ao descerem a estação, eles teriam pulado a roleta, quebrado equipamentos e agredido seguranças. Estes, por sua vez, reagiram usando cassetetes. As imagens mostram quando um fotógrafo recebe uma gravata e o caso de uma mulher deitada no chão - ela teria sido também vítima de um mata leão.

Por outro lado, um dos ativistas, ao perceber que estava sendo filmado por uma câmera presa ao corpo do segurança, reagiu agredindo o vigilante e derrubando a câmera. O equipamento, usado para mostrar o procedimento do profissional, acabou desaparecendo. Mais tarde teria sido encontrado na bolsa de uma das ativistas levadas para a delegacia. Não se sabe se a polícia registrou o caso como furto qualificado (artigo 155 do Código Penal que prevê pena que vai de 2 a 8 anos).

Eis a nota do MetrôRio:


"O MetrôRio esclarece que ontem (05/07), um grupo de cerca de 30 pessoas - acompanhado de cinegrafistas - entrou na estação Uruguaiana, às 19h47, pulando as catracas com intuito de burlar o sistema. Os agentes de segurança contiveram o tumulto e retiraram os manifestantes, com o apoio da Polícia Militar. As câmeras de monitoramento da Concessionária mostram integrantes do grupo danificando torniquetes, lixeiras, escada rolante e lâmpadas, partindo para o enfrentamento armados com pedaços de pau. Um dos seguranças da concessionária foi agredido por uma das pessoas. O vídeo que circula na internet não traz todos os fatos. O MetrôRio colocou a íntegra das imagens à disposição das autoridades policiais. A Concessionária lamenta o incidente, provocado pelos manifestantes, que colocou em risco a integridade dos usuários".

 

Veja também:

>> Pastora choca fieis ao revelar separação de marido pedófilo - vídeo

>> Papa Francisco aceita renúncia de arcebispo acusado de proteger pedófilos

>> Glória Maria sobre a repercussão após ter fumado maconha: as pessoas são caretas - vídeo

>> Messi é condenado a prisão na Espanha por fraude fiscal

>> Cirurgia de Dani Balbi adere sistema Crowdfunding

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
MetrôRio: grupo chegou a estação disposto a brigar
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!