• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

Boa dica Netflix? "História de um casamento".
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

Charlie Sheen, a lenda, comemora dois anos longe das drogas

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > educação

Educação

 

Sexta-feira, 27 de Setembro de 2019

Projeto iguala salário de vereadores ao de professores. O que achas?

Borda do Mato: cidade pacata dá exemplo ao país
Borda do Mato: cidade pacata dá exemplo ao país

Um exemplo que vem da pequena cidade de Borda da Mata, no Sul de Minas, com 17 mil habitantes, bem que poderia ser estendido a todos os outros municípios brasileiros. Lá, onde os vereadores fazem duas seções por mês, o salário de vossas excelências está em torno de R$ 3.060. Entretanto, um professor do ensino fundamental da cidade, que trabalha cem horas por mês (25 horas por semana), tem como salário base R$ 1,598. O prefeito da cidade, André Carvalho Marques (PSDB), ganha R$ 9.223.


Para acabar com a injustiça, a vereadora verde Marcela Mary dos Santos Monteiro propõe reduzir o salário dos vereadores em 51%. A ideia é equiparar os vencimentos ao que ganha um professor do ensino fundamental. Se não pode aumentar a todos para que ganhem como os políticos, que inverta a lógica.

Mary afirmou que conversa com os professores sobre o projeto e está recebendo apoio da opinião pública: "Eles nem sabiam que, além dos salários, os vereadores têm direito a uma diária de R$ 600 para as viagens que fazem. Os professores estão apoiando e vão na Câmara no dia da votação", conta autora da proposta.

Se aprovada, a redução do salário dos vereadores, os cofres do município vão poupar mais de R$ 200 mil ao ano. "É uma economia muito grande. No tempo de crise, a gente tem que fazer a nossa parte também", diz a autora da proposta.

O presidente da Câmara, Benedito Delfino de Mira (PSDB), disse que o projeto deverá ser apreciado em única votação na reunião do dia 11 de outubro. Para ser aprovado, precisa receber 6 votos, dos 11 vereadores. Se passar, o salário dos vereadores da próxima legislatura, 2021/2024, será de R$ 1.500.

O presidente da Câmara afirma que é a favor de que os vereadores fossem remunerados pelo dia trabalhado. "Meu pai foi vereador 50 anos atrás. Naquela época, eles só

recebiam o dia de serviço. Eu era a favor de que, cada reunião que fosse, poder ganhar R$ 100, que é o dia de serviço, e pronto".

Quem sabe se o projeto for aprovado em Borda do Mato, ele não inspire outras comarcas a fazerem o mesmo? Quem sabe um dia não incluiremos no rol dos servidores gente que recebe mais de 30 vezes o que ganha um professor? Nesta lista entrariam delegados de polícia, promotores/procuradores, juízes.....deputados, senadores...

O que você acha da ideia? Queria vê-la se repetir na sua cidade?

 

Veja também:

>> Impunidade: em três décadas, só 8% dos casos de morte no campo foram julgados

>> Janot quis "matar" Gilmar que o chama de "louco"

>> Maia: quem investe em um país onde autoridades falam em homicídio e suicídio?

>> Ameaçado, Felipe Neto já admite deixar o Brasil

>> Ajude a eleger a pior frustração política do país dos últimos 40 anos

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Projeto iguala salário de vereadores ao de professores. O que achas?
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!