• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sexta-feira, 21 de Julho de 2017

A mosca que caiu na sopa do apresentador da Record - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > educação

Educação

 

Terça-feira, 11 de Abril de 2017

Machismo Médico: formandos em Medicina do ES polemizam ao baixarem as calças

Da Redação

A sociedade precisa estar atenta aos médicos que vão nos atender. Afinal, o que é que se passa na cabeça de uma turma que, no ato da formatura, em plena onda de repúdio a ações machistas e misóginas, decide tirar as calças para, com as mãos, fazerem o símbolo da genitália feminina? A fotografia conta ainda com hashtags como #pintosnervosos, #gorilas, entre outras expressões de baixo calão. O grupo se formou em Medicina pela Universidade de Vila Velha (UVV), no Espírito Santo.

Piada para os jovens médicos, o assunto ficou sério na seara de gente grande. Os profissionais da área encaram como afronta e desrespeito à Medicina. O urologista, Mário Fonseca, presente à cerimônia, afirmou estar indignado e questionou a postura dos estudantes. "Talvez os médicos capixabas nunca tenham tomado medidas drásticas a ponto de sermos interpretados como condescendentes com posturas como essas. Que tipo de brincadeira foi essa? Que tipo de profissionais eles querem ser e por que escolheram a medicina?", disse ele.

A Universidade de Vila Velha informou que será aberta sindicância para apurar ocaso e os sete estudantes universitários podem ser punidos com sanções que vão da advertência verbal à expulsão. A UVV informou também, que teve acesso a duas fotos envolvendo os alunos, e ainda não identificou a existência de outras circulando.

Por meio de nota, o Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo (CRM-ES) repudiou e chamou de desrespeitosa a atitude. Representantes do órgão se reuniram na manhã desta segunda-feira (10) com a coordenação do Curso de Medicina da universidade e confirmou a autenticidade dos fatos. Outra reunião está marcada para acontecer amanhã (11) com os envolvidos, e todos os alunos do curso, para esclarecer sobre a seriedade do caso e o flagrante desrespeitoso à ética profissional. O CRM enfatizou que se os envolvidos fossem médicos, mesmo que recém-formados, caberia a eles abrir sindicância e um consequente processo ético profissional, cuja punição varia de advertência à cassação do registro de médico.

O conselho informou também que tem adotado ações administrativas por meio de palestras para orientar médicos e estudantes sobre a ética profissional. Durante o ano, conselheiros vão às faculdades para alertar sobre a importância da boa postura profissional e realizam julgamentos simulados para mostrar aos recém-formados e futuros médicos a importância da boa prática médica e as ações do Conselho de Medicina.

O presidente do Sindicato dos Médicos do Espírito Santo (SIMES), Otto Baptista, também de manifestou e cobrou as providências éticas necessárias. "O olhar do Sindicato, da Federação Nacional dos Médicos (Fenam) e da Confederação Nacional dos Médicos (CNM) é pelo lado profissional médico e ético. As cenas contribuíram para chocar não só a opinião pública como também a classe médica em geral".

NOTA DA UVV NA ÍNTEGRA



"Diante o ocorrido neste domingo, a Universidade Vila Velha declara que repudia qualquer tipo de ofensa a uma profissão tão importante e fundamental como a medicina. Nosso compromisso com a educação não condiz com conduta apresentada nas publicações. Hoje à tarde já está havendo uma reunião da coordenação do curso de Medicina para ouvir os alunos da foto e , em seguida, será instaurada uma comissão de sindicância para apuração dos fatos e responsabilização daqueles que tenham transgredido as normas e códigos de ética que regulamentam as ações dos alunos. Deixamos claro que os atos dos alunos foram iniciativas pessoais e em desacordo com orientações que recebem dos professores e coordenadores da instituição."

NdaR - Não escondemos os rostos dos estudantes, como algumas publicações o fizeram. O motivo é óbvio: eles fizeram a imagem porque queriam aparecer. Que seja feita sua vontade.

 

Veja também:

>> A fotografia foi o crime hediondo em uma prática comum no governo Cabral: corrupção

>> BBB 17 - o programa da Globo acaba em polícia - de novo

>> Lula: não tenho medo de prisão e quero voltar a ser presidente

>> Sérgio Côrtes é preso acusado de desviar R$ 37 milhões

>> Rachel Sheherazade e o dia em que defendeu o corrupto Eduardo Cunha - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Machismo Médico: formandos em Medicina do ES polemizam ao baixarem as calças
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!