• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20171121 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 16 de Novembro de 2017

Justiça condena Pânico na Band a indenizar Agnaldo Silva

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Sexta-feira, 13 de Outubro de 2017

Piranhas atacam banhistas em Roraima

Da Redação - Com Agência Brasil

Se em Recife as autoridades colocam placas nas praias alertando para ataques de tubarão, em Roraima o que mais se vê nas praias de rios são cartazes avisando sobre o perigo das piranhas. Pelo menos 15 pessoas foram atacadas nos últimos dias, seis delas esta semana. As praias, de água doce, ficam na capital, Boa Vista. Diretor da Defesa Civil, Amarildo Gomes revelou que os ataques estão mais frequentes nas mais visitadas das praias da capital: Cuamé, Caranã, Polar e Caçari. Nenhum ataque foi fatal.



Apesar do elevado número de vítimas, Gomes disse que os ataques são uma situação atípica na região e estariam relacionados a queda no volume de chuvas - o que faz com que o nível da água se reduza e exponha mais as pessoas aos animais.



"As piranhas estão em busca de alimento e não distinguem quem é ser humano ou animal. Ainda estamos tentado encontrar o real motivo, pode ser também porque os banhistas alimentam os peixes, mas até o presente momento não definimos as causas dos ataques", afirma Gomes.

O último ataque foi registrado no domingo (30) e nos anos anteriores foram registrados apenas ocorrências isoladas. Na maioria dos casos, as vítimas foram atacadas nas pontas dos dedos ou calcanhar e estava nas partes rasas dos rios.


A contadora Valderice Ferreira, de 26 anos, foi vítima de um ataque. Ela foi ferida enquanto tomava banho na praia do Caçari, na zona Leste de Boa Vista, no domingo. Ela conta que estava dentro do rio por volta das 14h, quando sentiu uma 'fisgada' no calcanhar.




"Eu estava com a água até a cintura, conversando com dois amigos quando senti o ataque. Doeu muito e saí imediatamente da água. Sangrou bastante, porque a piranha arrancou um pedacinho do meu pé", relata.

Após ser atacada, a contadora limpou o ferimento e fez um curativo. Ela disse que o sangramento demorou um tempo até estancar.

"Saí da água, alertei as pessoas que estam perto. Em seguida, fui pra casa, fiz um curativo e só foi aí que o sangramento parou. Não levei ponto", diz.





Para evitar novos ataques, a Defesa Civil estuda interditar as praias onde houve ataques e recomenda que os banhista não frequentem esses locais neste período.

"A partir de hoje [segunda, 31] estaremos melhorando a questão da sinalização. A gente aconselha a população que não frequente essas praias, pois é uma situação preocupante. Até o momento, os caso registrados são de menor gravidade, mas a situação pode se agravar", explica.

 

Veja também:

>> 50 anos da morte de Che e a preocupação global de desconstruir o mito

>> Battisti crê que Temer deseja entregá-lo ao governo italiano

>> Sally Jones: convertida ao EI, guitarrista britânica é morta em ataque por drone

>> Alckmin afasta delegado que invadiu casa do filho de Lula

>> Atrizes de Hollywood denunciam diretor por assédio sexual

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Piranhas atacam banhistas em Roraima
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!