• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20180524 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Morgan Freeman é acusado por oito mulheres de abuso sexual
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Atriz envolvida em seita arregimentava mulheres para estupro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Quinta-feira, 29 de Março de 2018

Gilmar Mendes manda editor da Folha enfiar pergunta na "bunda"

Da Redação

Gilmar e o endereço para enfiar a pergunta
Gilmar e o endereço para enfiar a pergunta

Nada mais revelador do que a relação desrespeitosa entre os poderes. O repórter da Folha pergunta a um servidor público de alto escalão, no caso um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) quem pagou sua passagem para o deslocamento do Brasil à Portugal. A resposta veio seca: "Devolva essa pergunta a seu editor, manda ele enfiar isso na bunda. Isso é molecagem, esse tipo de pergunta é desrespeito, é desrespeito", disse o ministro por telefone, de Lisboa, ao repórter.


Para Gilmar, que viajou e ameaça não retornar a tempo para participar da decisão histórica de concessão ou não de Habeas Corpus em favor de Lula, a pergunta, pertinente e de resposta obrigatória, foi uma "molecagem". Afinal, sendo ele um servidor que recebe via impostos arrecadados, deve se conscientizar de que é um trabalhador a serviço do cidadão. Mas, do mistério que paira sobre o tema, algo já se sabe: ele negou que o STF tenha pago pelos bilhetes - resta saber quem os custeou.

"Vocês vivem de patrocínio, se vocês quiserem, montem a Folha, façam um dia a Folha rodar sem patrocínio, eu estive lá esses dias, patrocínio Souza Cruz escondido. Quem pagou meu hotel, quem pagou minha passagem foi a Souza Cruz", disse.

A viagem à Lisboa ocorre por conta de um evento que envolve um curso do qual Gilmar Mendes é sócio, o IDP (Instituto Brasiliense de Direito Público). Marcado para 3, 4 e 5 de abril, criou incerteza quanto à presença do magistrado no julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula, no dia 4. O ministro, porém, promete participar da abertura do seminário e retornar a Brasília no próprio dia 3.

Sobre o cigarro e a Folha



Gilmar Mendes se referiu ao 2º Encontro Folha de Jornalismo realizado em fevereiro, em São Paulo, para o qual foi convidado. O evento teve patrocínio da Souza Cruz, como constava do material de divulgação e de amplo painel atrás dos convidados.

Ou seja: a turma deveria ser mais unida, né não?

 

Veja também:

>> Ataque a Lula é aviso do que fará a direita caso não haja prisão pelo STF

>> Grupos se articulam no whatsapp para atacar caravana de Lula em Curitiba

>> Juízes para a Democracia reforçam: prisão em segunda instância é inconstitucional

>> Caravana Lula é alvo de tiros no Paraná

>> Juiz deu o pontapé inicial para o desrespeito a lei em vigor

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Gilmar Mendes manda editor da Folha enfiar pergunta na "bunda"
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!