• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20190620 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 17 de Junho de 2019

Paulo Betti é processado por racismo em clima de disputa sindical
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Terça-feira, 18 de Junho de 2019

Condenado a indenizar padres, Ratinho foi só sorrisos ao receber Sérgio Moro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > conexão tv

Conexão TV

 

Sexta-feira, 07 de Junho de 2019

48 quilos a menos, Gustavo Mendes tentará manter o humor



Não é o primeiro humorista que arrisca perder o público deixando gordura pelo caminho. Nos anos 70 foi Jô Soares, o artista que adotou a palavra "Gordo" como referência. Outros vieram depois. E agora chegou a vez de Gustavo Mendes, artista que se celebrizou imitando a presidenta Dilma Rousseff.

-Gustavo brinca que, pela primeira vez, seu personagem no humorístico "vai aparecer com pescoço". Nos novos episódios, ele contracenará com Dedé Santana (foto abaixo), que voltará a interpretar Alan Dedelon:

- É muito louco gravar com um Trapalhão, ainda mais para mim, um jovem adulto de 30 anos que cresceu sendo fã deles. O Dedé é muito generoso. Acho que é o maior escada que eu já conheci. O brilhantismo dele chegou a me emocionar. É como se tudo com que sonhei um dia estivesse se realizando.

Para o humorista, seu emagrecimento não terá impacto negativo na carreira:

- Nem passou isso pela minha cabeça. No humor, a gente acrescenta coisas ao nosso corpo, um bigode, uma barba, uma peruca. E por que não uma barriga, se necessário? Além disso, eu não fui um cara que fez sucesso por ser gordo. Eu fui engordando. Quando morava no interior (ele é de Guarani, Minas Gerais), comia inhame e moela de frango. De repente, estava na cidade e podia comer até foie gras. Com coisa boa a gente acostuma rapidinho.Eu estava muito satisfeito com a minha aparência, nunca tive problema com isso. Inclusive, transava mais quando era gordo. Agora está difícil. Um conselho para os leitores gordinhos: 'Continuem gordos' - diverte-se ele. - Essa ideia de que todo mundo tem que ser magro é imbecil, a beleza das mulheres brasileiras está nas curvas. Eu também tinha curva, só que na barriga. O que me fez operar foi a saúde mesmo. Eu tinha apneia do sono e tendência a desenvolver diabetes. E queria passar pela cirurgia antes dos 30 (ele completou 30 anos em janeiro), porque depois é mais fácil de a pele ficar murcha e não voltar para o lugar sozinha. Deu tão certo que eu posso dizer para as pessoas que emagreci fazendo crossfit.

O ator conta que o processo não tem sido fácil:

- Muda tudo na vida. Eu tenho dificuldades até para andar direito porque ainda me imagino ocupando o espaço de antes, então, perco o equilíbrio. E ainda não consigo comer quase nada. É um processo que envolve tratamentos psicológicos. Eu tinha uma compulsão alimentar e agora não consigo comer. Se não faço acompanhamento, isso pode virar algo. Mas estou muito bem de saúde e pretendo continuar assim.

Fonte: O Globo

 

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
48 quilos a menos, Gustavo Mendes tentará manter o humor
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!