• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021

Danilo Gentili diz que Marcius Melhem quer silenciá-lo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > saúde > bem estar

Saúde - Bem Estar

 

Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2021

No Estado líder de mortes por covid, festa reúne centenas no alto do vidigal

A superlotação de uma festa para covidados no alto do Vidigal
A superlotação de uma festa para covidados no alto do Vidigal

A festa dos desmascarados foi flagrada pelo helicóptero da Rede Globo no alto do Morro do Vidigal, na Zona Sul do Rio. Ali, centenas de pessoas, a maioria branca, sem camisa e sem máscaras, divertia-se ao som de um DJ em três lajes no alto de um edifício. O Estado, conforme revelam registros oficiais, é o que concentra o maior número de mortes mesmo entre aqueles que conseguem atendimento médico. São 31.630 mortos só na capital - quase 90% de todo o estado que conta com 37 mil óbitos.



O convite para a festa circulou nas redes sociais e muita gente teve acesso - inclusive representantes das áreas de Saúde e Segurança Pública. Mas o fato é que ocorreu sem maiores transtornos - e para o deleite de organizadores. Conexão Jornalismo teve acesso a uma das mensagens enviadas via Whatsapp.




Segundo o jornal O Globo, dos mais de 8,3 mil novos casos - que não necessariamente testaram positivo no mesmo dia -, 90,5% foram diagnosticados na capital: 7.592. A cidade do Rio também concentrou a grande maioria dos óbitos, 105 (89%). Os números, considerados altos por especialistas, ainda não refletem o cenário pós-feriado do carnaval. Estes casos devem começar a aparecer a partir do próximo fim de semana.

Outro agravante é que a cidade do Rio foi a primeira a anunciar o fim da vacinação por conta da ausência de imunizante.

Pelo último boletim da Prefeitura, divulgado na sexta-feira passada (12), todas as 33 regiões do Rio estão com risco alto para Covid-19. É a quarta semana seguida nessa situação.

A classificação leva em consideração o número de internações e mortes e serve para estabelecer as medidas de restrição na cidade.

Pelo balanço é possível saber, por exemplo, onde há maior circulação do vírus e em quais áreas as pessoas estão ficando mais doentes.

 

Veja também:

>> Deputado "rasgador de placa" será expulso do PSL após ataques ao STF

>> PSOL, PSB e Rede vão pedir cassação do mandato de Daniel Silveira

>> Dino diz que decreto das armas de Bolsonaro atende milícias e projeto de golpe

>> Fachin, o tolerante, diz ser "intolerável" tuíte de General Vilas Boas

>> "Perdi, senhor, perdi": com oito tiros nas costas, PM assassina mais um jovem negro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
No Estado líder de mortes por covid, festa reúne centenas no alto do vidigal
 

Copyright 2021 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!