• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

Boa dica Netflix? "História de um casamento".
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

Charlie Sheen, a lenda, comemora dois anos longe das drogas

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > brasil

Política - Brasil

 

Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2015

Se alimentar de luz? Sim, é possível. Conheça a dieta "Processo dos 21 dias" - vídeos

Por Fábio Lau

Luz em vez de alimentação
Luz em vez de alimentação
Chico Buarque revela, em sua canção Brejo da Cruz, de 1984, a história dos meninos que se alimentavam de luz. De um dos lugares mais pobres do país, na Paraíba, Brejo da Cruz, Chico deu publicidade a uma dieta que consiste na arte de não fazer uma alimentação tradicional, mas, ao contrário, livrar-se dela. E o mais incrível: é possível.

Rogério Imbuzeiro, repórter e editor de Conexão, conhece praticantes da dieta e tem se familiarizado a cada dia com a proposta, através da meditação. Mas, pelo por enquanto, ainda não abdicou do alimento sólido... Leia o depoimento dele no final da reportagem e veja um vídeo com uma entrevista de um praticante.

A professora Evelyn Levy Torrence é uma adepta e postou em sua página na internet um consistente depoimento sobre a dieta. O importante, no período, é a pessoa não se submeter a grandes esforços. O chamado Processo de 21 dias deve ser seguido à risca e sempre sob a supervisão de um especialista.

Por Evelyn Levy Torrence

Muitos estão questionando sobre o caminho mais correto de realizar o processo dos 21 dias sem alimentação, e também sobre a veracidade desta experiência humana tão fora dos padrões vitais conhecidos por nossa civilização.

Para esclarecer melhor todos os pontos, vamos explicar o processo passo a passo, começando pela decisão em realizá-lo para si.

Evelyn Levy Torrence: orientadora
Evelyn Levy Torrence: orientadora  



















Esse processo não é e nem pode ser considerado como uma "nova dieta de emagrecimento". Essa nunca foi a proposta do trabalho, que visa única e exclusivamente a desintoxicação orgânica humana e reconexão interna com o Eu Superior.

Para se tomar a decisão de parar de alimentar-se de elementos sólidos, é preciso muita consciência e visão, para que o processo possa ser realizado com absoluto êxito.

O alimento é hoje o causador de 90% dos casos de morte por doenças, velhice e esgotamento físico. Os seres humanos estão a cada dia ingerindo mais e mais venenos químicos, sem ter consciência do que estão fazendo com seu próprio corpo e consequentemente com a própria vida.

O Processo dos 21 dias foi elaborado pela australiana Jasmuheen, há cerca de 10 anos. Jasmuheen, depois de pesquisar e estudar a influência dos alimentos na vida humana, recebeu a autorização espiritual para ensinar às pessoas mais conscientes, como se reconectar com seu Eu Superior através de uma reprogramação física, energética, mental e espiritual.

Hoje, está mais simples e mais fácil de se realizar o processo não alimentar, devido ao grande número de pessoas no mundo que já passaram por essa incrível experiência, e estão auxiliando com seus relatos. Há dez anos atrás, Jasmuheen estava praticamente sozinha neste trabalho e por isso, ela decidiu por colocar alguns obstáculos que impedissem que pessoas física e emocionalmente despreparadas tentassem realizar a reprogramação sem ter consciência do que isso significa em termos de futuro e de vida pessoal. Fazer o processo atualmente é apenas uma questão da pessoa interessada informar-se corretamente. As informações necessárias para essa experiência pessoal, já estão disponíveis de diversas formas, inclusive através da mídia alternativa (no site vivendodaluz.com existem várias matérias sobre o tema).

Esse processo de reprogramação alimentar foi dividido em 3 grupos de 7 dias, totalizando um programa de 21 dias, que começa com a decisão interna de parar de comer.

Essa decisão pode ser tomada de diversas diferentes maneiras:

Ir parando aos poucos (quando a pessoa gradativamente reduz a alimentação, cortando os alimentos mais pesados)
Aplicando jejuns alternados (conforme indicado no artigo chamado Jejum Racional escrito por Serena Harris, que esta no link artigos do site vivendodaluz.com).

Entrando numa dieta à base de frutas ( dieta liberada de frutas, castanhas e sementes de frutas, frutas secas e sucos, sem horários de refeições).
Parando completamente a alimentação com uma data marcada (neste caso a pessoa precisa estar 100% consciente de sua decisão radical).

Seja qual for a forma que a pessoa realize a sua preparação pessoal para a desintoxicação, ao entrar no processo ela deve estar completamente segura de si, munida de informações e conectada com o seu Eu Superior.

Aconselhamos a leitura do livro Viver de Luz - Editora Aquariana - Jasmuheen e o estudo de todo o site Vivendodaluz.com

É fundamental que a pessoa saiba que estará realizando uma diferente, estranha e muitas vezes dolorosa experiência física.

Jasmuheen: criadora da dieta
Jasmuheen: criadora da dieta  



Estamos falando de uma reprogramação orgânica, onde um sistema (sistema digestivo) será em parte desativado e outro sistema (endócrino) será ativado.

O objetivo do processo é fazer com que a pessoa se torne apta a viver da captação da energia cósmica, ao invés de viver da ingestão de elementos sólidos (comida).

O PROCESSO

Tomada a decisão consciente de realizar o processo dos 21 dias, a pessoa deve então marcar uma data para o início da sua reprogramação. Aconselhamos que seja dedicada toda atenção e energia para os primeiros 7 dias do processo, que são os mais difíceis de serem superados.

PRIMEIRA SEMANA - 7 DIAS

Nesta primeira semana, a pessoa retira de seu organismo a entrada de QUALQUER tipo de elemento externo, incluindo todo tipo de líquido, inclusive água.

Chamamos a primeira semana de TRAVESSIA DO DESERTO INTERNO. Nestes 7 dias iniciais, a desintoxicação começa com uma parada radical do sistema digestivo, forçando, em nível mental e energético, a maior atividade das glândulas pineal e pituitária.

Nesta primeira semana, a pessoa normalmente se sente fraca, poderá ter dores de cabeça e sensações físicas desagradáveis. Não se esqueça de que estamos tratando de uma desintoxicação orgânica alimentar e por isso as reações físicas podem ser diversas, dependendo do nível e do grau de toxinas que estiverem acumuladas em seu organismo.

Aconselhamos paz, tranquilidade, silêncio, controle mental e físico, consciência e sabedoria para administrar o corpo e a mente, durante essa primeira semana.

Procure meditar, tomar muitos banhos, ler livros iniciatórios (aconselhamos alguns no link literatura do site vivendodaluz.com), fale com alguém somente o extremamente necessário. Evite assistir televisão e nem leia jornais. Quanto mais afastado estiver do estresse do mundo, melhor será essa travessia interna. Caso a pessoa decida fazer o processo mantendo o ritmo normal de trabalho, estudo ou afazeres domésticos, esta deve ter consciência de que será mais difícil e complicado atravessar o deserto da sede, porem não impossível, podendo ser feito se a pessoa assim determinar.

Pode ser que aconteçam projeções astrais, revelações em sonhos, sensações físicas estranhas e sentimentos mentais fora do comum.

O contato com o eu Superior ajudará na decisão de prosseguir ou não com o processo da travessia do deserto. Se o nível de dificuldades for muito grande e a pessoa não se sentir apta em continuar, bastará beber água, para que tudo volte imediatamente ao normal.

Muitos realizaram essa primeira fase em apenas 3, 4, 5, ou 6 dias. Essa decisão não invalidará o restante do processo, se a pessoa continuar sem ingerir alimentos sólidos.

Evelyn dá palestras sobre o Processo
Evelyn dá palestras sobre o Processo   




















SEGUNDA SEMANA - 7 DIAS

Superada a fase mais difícil do processo, na segunda semana a pessoa encontra o Oásis da Vida que é a água.

Quando a água e os líquidos voltam para o organismo, esses agora assumem a função de ajudar na limpeza orgânica... quanto mais água e sucos diluídos a pessoa beber, melhor será para a eliminação das toxinas do corpo.

Aconselhamos no mínimo 1 litro e meio de líquidos (água, água de coco e sucos naturais diluídos), quantas vezes a pessoa sentir vontade.

Nesta segunda semana, o organismo ainda estará um pouco enfraquecido devido a mudança orgânica que está sendo feita, e por isso alguns cuidados físicos serão de grande valor. Aconselhamos : caminhadas ao ar livre pela manhã ou final de tarde (em locais onde o ar seja menos poluído), exercícios respiratórios (os que melhor lhe convierem), captação da energia solar (tirando os óculos escuros e deixando que a luz do sol entre em seu cérebro através do canal da visão), exercícios de yoga (ou outro exercício físico energético que melhor lhe convier), vídeos de comédia (para distrair a mente) , e paz interior e muita meditação durante o maior tempo possível.

Nesta segunda fase, o corpo ainda estará se readaptando ao novo sistema vital que foi reativado na primeira semana e por isso as sensações mentais, energéticas, físicas e espirituais ainda poderão ser estranhas e algumas vezes assustadoras. Mantenha o amor no topo de sua energia e a confiança acima de sua mente para que o medo, a insegurança e a opinião alheia não tenham poder para interromper o seu processo.

TERCEIRA SEMANA - 7 DIAS

Na terceira semana, a sensação de fome e de fraqueza praticamente não existirão mais para você. Você começará a se sentir bem e seus sentidos (olfato, tato, visão, audição e fala) estarão mais apurados e purificados. Seu sangue agora estará livre de praticamente todas as toxinas químicas e maléficas que foram causadas pelos alimentos, e a sua mente estará mais desperta, livre e raciocinando com mais velocidade e inteligência. Os líquidos continuam liberados e podem ser bebidos quantas vezes a pessoa quiser durante esta última semana, mas agora os sucos de frutas podem ser mais concentrados. O líquido continuará funcionando como um limpador sanguíneo e diluidor dos tóxicos no organismo.

Ao terminar essa terceira e última semana do processo, a pessoa estará totalmente livre dos conceitos sociais e médicos sobre a necessidade da comida na vida no ser humano. Após entender na prática que esta informação de nossa civilização está equivocada em todos os aspectos, a pessoa que passou pelo processo dos 21 dias e já reprogramou seu organismo para viver dos elementos cósmicos (luz, água e ar), saberá que está livre para não mais depender de comida para ter uma vida saudável, próspera e feliz.

Ao terminar o processo dos 21 dias, essa pessoa, agora reprogramada, poderá ingerir os elementos externos que quiser, e somente se quiser e quando quiser, pois não é mais escrava da necessidade de ter que comer para viver.


Oberom Silva e documentário Transição
Oberom Silva e documentário Transição  


A comida então, antes uma necessidade vital, agora muda de sentido e passa a ser apenas e simplesmente um prazer bucal e mental e não mais uma obrigação vital orgânica.

Muitos que passam pelo processo, decidem por voltar a ingerir "coisinhas" esporadicamente, mas aprendem a realizar todo o processo de digestão na boca (usando a mastigação e a salivação), e não mais no estômago como fazia antes do processo. Nenhuma volta a se entupir de venenos novamente ou a ter uma rotina alimentar de 4 refeições diárias. Com o processo o habito alimentar é completamente quebrado.

Ingerir prazeres externos não é crime, mas envenenar-se inconscientemente 4 vezes por dia (ou mais) é fatal!

Morremos por que assassinamos as nossas células com a imensa quantidade de veneno que ingerimos todos os dias por anos e anos e anos de nossas vidas.

Aconselhamos para as pessoas que estão interessadas em estudar mais sobre essa estranha mas real e verdadeira realidade de vida, que comecem esclarecendo as questões que ainda estão pendentes, estudando o site vivendodaluz.com - link pessoas.

No link Evelyn, existe uma série de perguntas e respostas, onde você encontrará o esclarecimento de muitas questões importantes.

Lembre-se conscientemente que você e apenas você pode ser responsável por suas decisões na vida e por suas realizações pessoais. Sua VIDA pertence somente a você e a mais ninguém, por isso somente VOCE pode saber o que é melhor para você mesmo.

Sua conexão com o seu Eu Superior é fundamental na decisão de realizar essa reprogramação pessoal.

Estamos mudando de dimensão... desintensificando a carne e livrando a mente e o corpo de tantas dependências físicas e vícios de vida que nossa sociedade vem nos impondo, desde quando nascemos.

Para os estudiosos mais afincos, aconselhamos a participação no fórum que foi aberto para que as pessoas possam trocar informações e relatar suas experiências no processo (site vivendodaluz), e também abrimos uma sala de aula virtual para que os grupos de estudos possam se relacionar mais diretamente entre si e debater com positivismo e grandiosidade o tema VIVER DE LUZ (nos escreva se quiser participar da sala).

Todos são capazes de realizar esse processo, mas somente os seres conscientes irão realizar essa reprogramação com o êxito de quem sabe que é um ser divino ,e por isso esta apto a viver da luz e dos elementos naturais que a luz condensa na Terra para nos humano.

Depois do processo descobrimos que somos livres para viver sem dependências externas e isso traz paz interior, alegria interna e muita felicidade social.

Saúde, Paz e Luz

Evelyn Levy Torrence

Oberom Silva: não há milagre



Neste depoimento, um dos mais conhecidos adeptos da dieta do Processo de 21 dias, Oberom Silva, esclarece que ele come sim, mas sempre de forma comedida e relacionada aos princípios.



O documentário Transição fala sobre outros praticantes da dieta:





A música de Chico, Brejo da Cruz:

A novidade
Que tem no Brejo da Cruz
É a criançada
Se alimentar de luz
Alucinados
Meninos ficando azuis
E desencarnando
Lá no Brejo da Cruz
Eletrizados
Cruzam os céus do Brasil
Na rodoviária
Assumem formas mil
Uns vendem fumo
Tem uns que viram Jesus
Muito sanfoneiro
Cego tocando blues
Uns têm saudade
E dançam maracatus
Uns atiram pedra
Outros passeiam nus
Mas há milhões desses seres
Que se disfarçam tão bem
Que ninguém pergunta
De onde essa gente vem
São jardineiros
Guardas-noturnos, casais
São passageiros
Bombeiros e babás
Já nem se lembram
Que existe um Brejo da Cruz
Que eram crianças
E que comiam luz
São faxineiros
Balançam nas construções
São bilheteiras
Baleiros e garçons
Já nem se lembram
Que existe um Brejo da Cruz
Que eram crianças
E que comiam luz



Depoimento de Rogério Imbuzeiro:

"Fiquei sabendo que existia o "Processo dos 21 dias" depois que minha mulher conheceu justamente Oberom Silva, citado na reportagem, numa palestra que ele deu em um Centro de Yoga da Tijuca, Zona Norte do Rio, em 2009.

Achei fascinante, particularmente pela proposta de conexão, autoconhecimento e sintonia espiritual, associados ao desprendimento da matéria mais bruta e melhoria da saúde, sob todos os aspectos.

Mais tarde, conheci Oberon pessoalmente, em outro evento realizado no Rio. Na ocasião, adquiri o livro "Viajando na Luz", em que o jovem praticante relata essa experiência "alimentar" durante viagens que realizou à Europa e Ásia.

Causa espanto a forma física do Oberon, sabendo que muitas vezes ele fica dias ingerindo apenas líquidos - ou apenas ar - ou luz...

Oberon é um andarilho e pratica esportes, como capoeira, o que certamente também lhe dá um melhor condicionamento.

Não tenho a intenção de virar "xiita", inclusive porque gosto de alimentos sólidos. Praticamente não como carne, mas não dispenso uma pizza, um suflê ou empadão, dentre outras gostosuras que a vida dá.

Mas me alimento com moderação. De um modo geral, pego muito leve de segunda a quinta-feira, e compenso um pouquinho no fim de semana...

Já frequentava centros espíritas e espiritualistas desde 1994. Em 2009, comecei a praticar yoga - uma maravilha. E em 2012 veio a bênção maior: a meditação.

Somente em 2014 essa prática se tornou mais regular, normalmente ao amanhecer. De 15 a 30 minutos de meditação em posição de lótus, acompanhada ou não de alguma música relaxante.

A respiração contínua e lenta, ritmada, a postura do corpo e o esvaziamento (nem sempre) da mente trouxeram uma multiplicação de benefícios. Dentre eles: um abdômen rígido e bem mais seco de gorduras (algo que jamais imaginei que fosse acontecer tão "gratuitamente" - e sem perda de peso, mas ganho de massa muscular), mais disposição e resistência, uma necessidade menor de comida e um maior equilíbrio, uma maior serenidade para lidar com os desafios imensos do dia a dia - inclusive por saber, perceber e sentir que... tudo é muito mais (muito mais que apenas essa vida e as circunstâncias que estamos vivendo hoje), existem outras "esferas" da existência, muito mais sutis e plenas.

Enfim, recomendo! Sem radicalismos - somente por vontade e prazer. É um caminho sem volta: esse cuidado maior que desenvolvemos, sem apegos mas com intensidade, em relação ao nosso corpo-mente-espírito."

Sobre o livro "Viajando na Luz": clique AQUI.

Outro vídeo com Oberom - uma entrevista:


 

Veja também:

>> Camila Avancini concorre a Atriz Revelação na Record - vídeo

>> fim de semana 1

>> Ministro da Cultura promete revitalizar Funarte e diz que Lei Rouanet 'é um engodo'

>> Os três patetas de Jataí: tiraram onda com a polícia, mas depois... (vídeo)

>> 23 ativistas políticos serão julgados nesta sexta-feira no Rio - e quase ninguém fala nisso

>> Merkel e Obama aprovam ajuda financeira à Ucrânia

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Se alimentar de luz? Sim, é possível. Conheça a dieta "Processo dos 21 dias" - vídeos
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!