• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

O avanço de Haddad e as caras de culatra na Globonews
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > polícia > segurança pública

Polícia - Segurança Pública

 

Quinta-feira, 23 de Agosto de 2018

Pesquisa sobre assassinato de lésbicas no Brasil ganha dossiê

Casos ocorrem com frequência assustadora no país
Casos ocorrem com frequência assustadora no país

Na medida em que se esmiúça a extensa lista de homicídios dolosos no Brasil elementos bizarros emergem e revelam o quanto a sociedade está adoecida e necessitada de socorro e tratamento. Uma extensa pesquisa gerou documento inédito que foi elaborado por especialistas. Nele descobre-se que que no Brasil, em três anos, 127 lésbicas foram assassinadas enquanto paira dúvidas sobre outros 33 casos que adormecem na burocracia governamental. O drama particular está exposto em pesquisa elaborada pela UFRJ.

ver mais >>

Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018

Ações do Exército começam a apresentar saldo de mortes

Cabo Fabiano e soldado João Viktor: vítimas da política de repressão
Cabo Fabiano e soldado João Viktor: vítimas da política de repressão

A se considerar o que afirma um apresentador de TV, as mortes registradas nas ações das Forças Armadas no Rio, nos últimos dias, deverão aumentar. Agora pela manhã ouço o âncora da emissora do Bispo falar que, neste momento, o Exército cala a boca dos "corneteiros" que criticavam a intervenção militar por ser cara e dar em nada. Para este profissional, a ação começou agora a dar resultados. Ele se refere a mortes (mais de uma dezena) de suspeitos nos morros, prisões (outra dezena) e dois militares assassinados. Para este porta-voz do jornalismo matinal da Record, a morte de suspeitos seria um sinal positivo. Pelo tom empregado, o tráfico estaria seriamente combalido por conta deste saldo.

ver mais >>

Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

Líder LGBT é assassinado na Bahia

Líder LGBT foi submetido a tortura
Líder LGBT foi submetido a tortura

Marcos Cruz Santana, de 40 anos, foi encontrado morto na madrugada do último, 18, na cidade de Itororó (BA). A vítima teve a genitália mutilada durante o crime e seu corpo apresentava diversas perfurações de faca. Ativista LGBT e de causas sociais, Marcos era muito querido pela comunidade. A vítima era popularmente chamada de "Marquinhos Tigrezza". Segundo a polícia, a motivação e a autoria do crime ainda são desconhecidas.

ver mais >>

Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

Depois da morte de dois miliares, Exército volta a realizar operações no Rio

Exército: dois militares mortos durante incursão
Exército: dois militares mortos durante incursão

No dia seguinte a primeira ação que resultou nas mortes de dois militares, o Exército voltou a realizar incursões em comunidades carentes do Rio onde há a presença de traficantes de drogas. O cabo Fabiano de Oliveira Santos foi ferido no ombro, chegou a ser socorrido, mas acabou morrendo a caminho do hospital. Já o soldado João Viktor da Silva, morreu com um tiro na cabeça.

ver mais >>

Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

MP do Rio aceita ajuda da PF para esclarecer Caso Marielle

Pichação em muro de comunidade pede Justiça para o caso
Pichação em muro de comunidade pede Justiça para o caso

O marasmo ou receio da Polícia Civil do Rio em desvendar o mistério que cerca o Caso Marielle, impune há mais de 150 dias, pode estar com os dias contados. A Polícia Federal poderá participar ou assumir as investigações que, ao que tudo indica, tem o envolvimento de milicianos - estes, por sua vez, ligados a policiais. A notícia foi divulgada hoje e está baseada na aceitação do Ministério Público do Rio que disse "sim" à proposta de ajuda encaminhada pelo ministro ilegítimo da Segurança Pública, Raul Jungmann.

ver mais >>

Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

Candidata a deputada pelo PSOL, Talíria Petrone denuncia abuso policial - vídeo

Ataque à campanha no primeiro dia legal
Ataque à campanha no primeiro dia legal

Talíria Petrone viveu um mandato para lá de preocupante em Niterói. Eleita para a Câmara Municipal com o status da mais votada da cidade, com mais de cinco mil votos, ela enfrentou resistência de vários setores mais conservadores, além de ameaças, por conta das bandeiras de luta que erguia: direitos da Mulher, LGBT, movimento negro e outras minorias. Escolhida pelo partido para um novo voo, agora para a Câmara Federal em Brasília, ela voltou a ser alvo destes setores. Talíria denunciou abuso policial no primeiro dia de campanha - algo com o qual já estava habituada a enfrentar em Niterói. Um PM, sem mandado ou ordem judicial, apreendeu seu material de campanha em plena barca que faz a travessia entre Rio e Niterói. O caso foi registrado em delegacia. Além dela um jornalista, um advogado também foram coagidos pelo policial.

ver mais >>

Pág. atual: 2/666
 
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!