• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Mignonnes: corra e assista no Netflix antes que Damares censure
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

"Remédio Amargo": filme que lava a alma da mulher oprimida

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > gastronomia > restaurantes

Gastronomia - Restaurantes

 

Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2012

Joaquim Barbosa faz charme, mas nega que seja candidato

Da Redação

Joaquim Barbosa: falta franqueza aos demais?
Joaquim Barbosa: falta franqueza aos demais?
O Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, faz doce na hora de responder a uma pergunta simples: seria ou não candidato a Presidência da República em 2014. Alçado ao posto de baluarte da moralidade pública por conta do processo do Mensalão, o do PT (sobre o Mensalão Tucano, nenhuma palavra), Joaquim revela, em tom heróico, que se acha muito verdadeiro para se tornar político: "a minha franqueza atrapalha!"

A entrevista cheia de mimos foi concedida a repórter Ellis Cose, da Bloomberg. Leia a nota publicada na Folha de São Paulo:

"O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, concedeu longa entrevista a Ellis Cose, da Bloomberg. Questionado sobre a possibilidade de concorrer à Presidência, respondeu: "Eu nunca me vi sendo presidente do Brasil. Em primeiro lugar, não sou político. Nunca fui e penso que sou uma pessoa improvável para esse tipo de atividade por causa da minha franqueza. Nunca lidei nem tenho conexões com partidos", diz o magistrado. Portanto, a resposta é não.

TESTE

Em pesquisa recente feita pelo Ipespe, 24% dos eleitores disseram que votariam "com certeza" em Barbosa para presidente e 26% admitiram que poderiam votar.

NOSSA VEZ

Na mesma entrevista, a Bloomberg perguntou se o ministro não achava irônico que o Brasil estivesse adotando políticas afirmativas em relação aos negros no momento em que os Estados Unidos parecem estar se distanciando delas. "Não é irônico porque os EUA já fizeram muito. O Brasil está começando a fazer alguma coisa", afirma Barbosa".

 

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Joaquim Barbosa faz charme, mas nega que seja candidato
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!