• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020

Os Miseráveis: filme é soco na boca do estômago
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quinta-feira, 16 de Janeiro de 2020

Messiah: obra prima da Netflix é melhor do que outros do gênero - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > gastronomia > culinária

Gastronomia - Culinária

 

Quarta-feira, 08 de Junho de 2016

O frio, o abandono e a indignação que não se cala - por Pc Guimarães

Da Redação

O frio e a água da chuva não lavam a má gestão
O frio e a água da chuva não lavam a má gestão

Professor, escritor e jornalista da velha guarda, PC Guimarães não resistiu e postou um texto indignado inspirado em um sem-teto que ocupa uma das calçadas de Botafogo. A tarde com jeito de noite fazia frio. E sob a marquise, mas nem por isso protegido da chuva fina ou do frio, um menino aguardava ali melhor sorte. PC viu, se indignou, mas quis o destino que conseguisse registrar o momento. A fotografia é a imagem de um Rio que recebe muitos recursos vindos de fora, do turismo, mas não sabe tratar seus representantes mais pobres. O menino, segundo disseram a PC, vive na rua há muito tempo. E porque ele continua assim? Leia o artigo.




Por PC Guimarães

Terça-feira, 7 de junho, 2016. 16h40. Chuva e frio para os padrões cariocas. Entre os bairros do Flamengo e Botafogo. Poderia ser em muitos bairros por esse Brasil afora. O olhar indiferente da maioria das pessoas é o mesmo. Estou muito longe de ser um Santo, mas não consigo deixar de me chocar com esse tipo de coisa. Principalmente quando a gente pensa o que acontece na política em todos os estados e municípios do Brasil. Nada fiz.

O que eu poderia fazer? Sai caminhando irado e impotente e encontrei a uns 100 ou 200 metros depois com meu ex-aluno João Henrique Tohru João Henrique Menezes Lourenço. Cabeça boa, coração bom e bom de foto. Falei da cena e pedi pra ele fotografar. Taí. É obrigação do poder público resolver esse tipo de coisa, sim. Havia uma garrafa com um líquido amarela ao lado dele, sim. Por que ele dormia a essa hora e o que iria fazer durante a noite ou madrugada não sei.

Um guardador de automóveis que ouviu a minha conversa com o Tohru disse que o cara vive na rua desde menino e que os pais são desajustados. E daí? Repito: não sou santo, sei que não faço porra nenhuma, mas jamais vou perder a sensação, ou que nome seja isso, de me indignar. Enquanto isso, em Brasília, 22h11. O que será que Michel Temer, Renan Calheiros, Cunha e sua patroa, Gilmar Mendes e cia estarão fazendo a essa hora?

 

Veja também:

>> Ocupação da Secretaria de Educação do Rio - acordos não cumpridos - vídeo

>> Penélope Toledo: musa uma ova, Rosângela Santos é atleta

>> Dia dos Namorados é para levar o amor ao pé da mesa

>> Dilma não cede a pressão e avisa: viaja de ônibus, caminhão e até avião....

>> Já são 30 senadores contra o impeachment, revela Roberto Requião

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
O frio, o abandono e a indignação que não se cala - por Pc Guimarães
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!