• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sábado, 17 de Abril de 2021

Jornalista teria sido vítima de racismo dentro da CNN

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > saúde > bem estar

Saúde - Bem Estar

 

Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2021

Deputado "rasgador de placa" será expulso do PSL após ataques ao STF

Deputado se nega a usar máscara no IML
Deputado se nega a usar máscara no IML
O parlamentar carioca que se notabilizou não por propostas, projetos ou boas ações, mas por rasgar a placa que homenageava a vereadora Marielle Franco, será expulso do partido que o acolheu. O PSL, a mesma legenda que elegeu Bolsonaro e que está envolvida em desvio de dinheiro da campanha, decidiu expulsar Daniel Silveira da legenda independentemente de ser ou não cassado pela Câmara dos Deputados. A decisão ocorreu após o deputado que coleciona músculos e prisões desde sua atuação na Polícia Militar do Rio de janeiro usar um vídeo para fazer ataques ofensivos aos integrantes do Supremo Tribunal Federal. Chamou Gilmar Mendes de corrupto, Alexandre Moraes de advogado do PCC, Luís Barroso mereceu comentários sobre sua sexualidade e Edson Fachin foi chamado de covarde.

O anúncio da expulsão foi tornada pública pela direção nacional na manhã desta quarta-feira (17). Segundo reportagem do portal Veja, a executiva do partido entendeu que o parlamentar ofendeu de "maneira vil" a honra dos ministros do STF e repudia com veemência os ataques disparados por Silveira no vídeo de ontem. Foram 20 minutos de pesadas críticas a ministros do tribunal, com xingamentos, ameaças físicas e até citação do AI-5.

Curiosamente, o AI-5 promoveu prisões arbitrárias durante a ditadura militar. Hoje o deputado diz que sua prisão foi arbitrária. Ao ser levado ao IML para exame de corpo de delito, antes da prisão, ele se recusou a usar a máscara - obrigatória por conta do coronavírus.

"Os ataques, especialmente da maneira como foram feitos, são inaceitáveis. Esta atitude não pode e jamais será confundida com liberdade de expressão, uma conquista tão duramente obtida pelos brasileiros e que deve estar no cerne de todo o debate nacional", diz nota divulgada pelo PSL.

O deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ) publicou ao ser preso na noite desta terça-feira (16) um vídeo com novas provocações e agressões ao Supremo. "Ministro, eu quero que você saiba que você está entrando numa queda de braço que você não pode vencer. Não adianta você tentar me calar. Eu já fui preso mais de 90 vezes na Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro", afirmou.

Na gravação, o deputado bolsonarista relatou que a PF estava naquele momento em sua residência com um mandado de prisão expedido pelo ministro Alexandre de Moraes. Silveira afirmou que a decisão descumpria sua "prerrogativa constitucional" de deputado federal e voltou a atacar o Supremo.

 

Veja também:

>> Dino diz que decreto das armas de Bolsonaro atende milícias e projeto de golpe

>> Fachin, o tolerante, diz ser "intolerável" tuíte de General Vilas Boas

>> "Perdi, senhor, perdi": com oito tiros nas costas, PM assassina mais um jovem negro

>> Rio interrompe imunização por falta de vacina e Bolsonaro aglomera no Sul

>> Dr Bolsonaro: Ivermectina contra covid compromete fígado de pacientes, dizem médicos

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Deputado "rasgador de placa" será expulso do PSL após ataques ao STF
 

Copyright 2021 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!