• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019

Patrícia Poeta diz que desempregados se "vitimizam e não correm atrás"
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Terça-feira, 19 de Novembro de 2019

Monica Bérgamo responde a Augusto Nunes em mais um embate entre jornalistas

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > eleições

Política - Eleições

 

Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

Véio da Havan é condenado pelo TSE por coação a funcionários

Uma multa de R$ 2 mil
Uma multa de R$ 2 mil

Conhecido popularmente como o "Veio da Havan", Luciano Hang foi condenado em caráter definitivo pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por coagir funcionários da sua empresa, a Havan, a votarem em Bolsonaro sob a ameaça de ficarem desempregados. Uma gravação em tom ameaçador circulou na internet no período eleitoral do ano passado, o que confirmou a coação. A condenação, por outro lado, tem como pena o pagamento de um valor pífio para um empresário do status de Luciano Hang: R$ 2 mil.


Segundo informações do jornalista Vinicius Segala, do DCM, no último dia 13, o TSE publicou decisão que colocou termos finais ao processo 0601434-39.2018.6.00.0000, não cabendo mais recurso.

Na ação judicial, a própria Defesa do empresário informa sua desistência em reformar a decisão judicial, e que o acusado cumprirá a sentença, qual seja, o pagamento de uma multa de R$ 2.000, acrescida de juros e correções a contar da data em que as propagandas irregulares foram veiculadas. Esta é toda a pena que Luciano Hang vai ter.

No início de outubro do ano passado, Hang gravou um vídeo no interior de uma de suas lojas, falando a seus clientes e funcionários, que tudo ouviam pelo sistema de som do local. Ele disse:

"Todos sabem a minha posição. Eu sou Bolsonaro! Bolsonaro! Quero uma salva de palmas". Na sequência, pediu a todos que saudassem aquele candidato, em coro: "Bolsonaro! Bolsonaro! Bolsonaro!". E conclui em pedido de voto: "Pra esse Brasil mudar, pra esse Brasil melhorar, Bolsonaro Presidente" .

Ameaça de desemprego


"Você está preparado para sair da Havan? Você está preparado para ganhar a conta da Havan? Você que sonha em ser líder, gerente, e crescer com a Havan, você já imaginou que tudo isso pode acabar no dia 7 de outubro?", disse.

*O valor arbitrado pela Justiça é muito pouco ou quase nada para um empresário do porte de Luciano Hang. É quase um estímulo à infração eleitoral.

 

Veja também:

>> Em BH, número de policiais suicidas é maior do que mortos em confronto

>> Pai com Alzheimer reconhece filho após tratamento com óleo de cannabis

>> Brasil é excluído pela ONU da Cúpula do Clima

>> Época pede desculpas a Heloisa Bolsonaro

>> Cúpula da Revista Época se demite após pedido de desculpas a Bolsonaro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Véio da Havan é condenado pelo TSE por coação a funcionários
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!