• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 14 de Maio de 2019

Reinaldo Azevedo diz que sentença de Lula precisa ser anulada
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Segunda-feira, 29 de Abril de 2019

Jovem russa é condenada nos EUA após se passar por herdeira milionária

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > futebol > carioca

Futebol - Carioca

 

Terça-feira, 26 de Dezembro de 2017

Paulo Ramos: aguardo ansiosamente minha expulsão do PSOL - vídeo

Onde estava o MP e o Judiciário do Rio diante dos escândalos da Fetranspor?
Onde estava o MP e o Judiciário do Rio diante dos escândalos da Fetranspor?
Por Fábio Lau e Alexandre Alencar

Deputado estadual do PSOL, Paulo Ramos está na vida pública desde 1986 quando foi eleito deputado Constituinte. De lá para cá são 27 anos anos, ininterruptos, de atividade parlamentar. Dois mandatos federais e agora no quinto como estadual. Na trajetória, a mudança mais significativa foi a troca de partido. Deixou o PDT, onde ingressou convidado pelo mítico Leonel Brizola, e migrou para o PSOL. O motivo? O PDT, diz agora, se tornara um partido que abandonava o protagonismo e traía princípios históricos. Acreditou que no PSOL, uma legenda jovem, teria mais espaço para debater Socialismo, Trabalhismo e outras bandeiras.




Quem acompanha o noticiário político, porém, deve ter na memória um episódio recente. Paulo Ramos ocupou manchetes dos impressos do Rio e sites, entre eles Conexão Jornalismo, de maneira não muito edificante. Seu nome estava acompanhado de aviso partidário que anunciava: será expulso do PSOL. A razão? Contrariando decisão da legenda, o deputado votou, em 17 de Novembro, pela soltura dos deputados estaduais do PMDB Jorge Picciani, Paulo Mello e Edson Albertassi presos pela Justiça Federal acusados de receber propinas da Fetranspor.

A prisão dos deputados do PMDB, afirma, foi ilegal
A prisão dos deputados do PMDB, afirma, foi ilegal  

Paulo Ramos alegou, em sua defesa, que assim votou porque assim determina a Constituição Federal - a mesma que ajudou a promulgar naquele 1988 em cerimônia histórica comandada por Ulisses Guimarães. Segundo a Carta Magna, o deputado (estadual ou federal) somente será expulso com a autorização de seus pares ou em flagrante delito. E neste segundo caso, a prisão nem precisaria ser comunicada à Justiça, mas apenas à presidência da Casa Legislativa onde estaria vinculado.

Há uma semana Conexão Jornalismo procurou Paulo Ramos para perguntar qual seria seu destino político. Ele estava em sua casa numa zona rural da cidade do Rio onde há mais jacas em uma única árvore do que vizinhos. Na entrevista, Ramos lembrou dos tempos do brizolismo, falou sobre as ações na clandestinidade (no enfrentamento da ditadura) e principalmente do governo Brizola - que revela sentir saudades pelo apego à causa da Educação.

Mas o semblante sereno muda quando fala das razões que o fizeram deixar o partido de Darcy Ribeiro e do atual momento no PSOL: tive atritos com quem desejou fazer do PDT um partido que traía seus princípios.


A burguesia, diz, oferece pranchas para que incautos surfem - uma expressão Psolista
A burguesia, diz, oferece pranchas para que incautos surfem - uma expressão Psolista  

E sobre o atual, para o qual migrou em 2014, diz ter mágoas e acredita merecer uma oposição sistemática por preconceito:

- Não me engoliram pelas minhas origens. Sou Trabalhista, oriundo do PDT, e não do PT como eles. Além disso egresso da PM. O PSOL é um partido que se recusa a crescer. Ele é midiático e tem como eleitores a juventude universitária. Não fala a linguagem popular - diz.


Para o deputado, a expulsão será encarada como um galhardão
Para o deputado, a expulsão será encarada como um galhardão  


As críticas do parlamentar atingem o Ministério Público, o Judiciário, Fluminense e até o STF, e sutilmente algumas estrelas do PSOL. "a turma que me criticou por votar pela soltura dos deputados bajulava o Picciani".

*Conexão Jornalismo encaminhou ao PSOL, através do seu site oficial, Psol Carioca e do Facebook PSOL Carioca, espaço oferencendo à legenda o direito de se manifestar sobre a entrevista de Paulo Ramos. Até o fechamento da reportagem não houve qualquer manifestação.

A entrevista, gravada em vídeo, você pode assistir aqui:

 

Veja também:

>> Feriados em 2018

>> Paulo Preto e a vocação dos aparelhos de investigação

>> O campo de futebol do Dr. Sócrates é inaugurado com Chico e Lula

>> Remédio que previne contaminação pelo vírus HIV será oferecido pelo SUS

>> Garoto de 4 anos entrega presentes de Natal para garis em BH

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Paulo Ramos: aguardo ansiosamente minha expulsão do PSOL - vídeo
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!