• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20200928 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Mignonnes: corra e assista no Netflix antes que Damares censure
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

"Remédio Amargo": filme que lava a alma da mulher oprimida

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019

Professor é xingado de "macaco" e esfaqueado em São Paulo

Juarez Xavier - professor
Juarez Xavier - professor

No dia em que é comemorado o Dia da Consciência Negra no país, um momento de reflexão contra o racismo estrutural e disfarçado que vigora no Brasil, alguns atos extremistas e racistas foram registrados. Além da invasão de uma missa no Rio, fato que você pode ler aqui em Conexão, houve também o episódio que vitimou o professor Juarez Xavier, da Universidade Estadual Paulista (Unesp). Ele foi vítima de ofensas racistas e agredido a golpes de canivete na cidade de Bauru.


Professor de jornalismo, Juarez disse que na sua rede social que foi chamado de "macaco" por um homem desconhecido quando caminhava nas ruas. Ao abordar o ofensor, este um jovem de cerca de 30 anos - o professor tem o dobro da idade -, o homem o atingiu com golpes de canivete no ombro e nas costas.

Leia também:
Ultradireita católica tenta impedir missa no Dia da Consciência Negra

Seguranças de um supermercado, identificado como Felipe, e pessoas que passavam pelo local detiveram o suspeito, que foi encaminhado para a delegacia de plantão da cidade. O professor foi socorrido, levou dois pontos em cortes considerados como "superficiais" e recebeu alta em seguida. Acompanhado de um advogado, ele foi até a delegacia prestar queixa.

A identidade do agressor ainda não foi divulgada. Sabe-se que se fosse o inverso o nome e fotografia do agressor já estaria no alto das páginas dos jornais.

Em sua rede social, a deputada federal pelo PR do Rio Grande do Sul, Maria do Rosário, desabafou:

- O fascismo saiu do armário, empoderado por uma representação do ódio na presidência do país.

E completou:

- Na mira estão os pobres, mulheres, indígenas, LGBTs, negros...O objetivo das armas nunca foi se defender e sim intimidar perseguir e matar. Nenhum humanista pode se calar.

 

Veja também:

>> Ultradireita católica tenta impedir missa no Dia da Consciência Negra, no Rio - vídeo

>> Repórter esportivo é preso pela PM durante transmissão após registrar violência - vídeo

>> Mudando vidas através do cinema

>> "Vidas Descartáveis", tem sessão especial no Cine Odeon

>> Monica Bérgamo responde a Augusto Nunes em mais um embate entre jornalistas

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Professor é xingado de "macaco" e esfaqueado em São Paulo
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!