• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sábado, 17 de Abril de 2021

Jornalista teria sido vítima de racismo dentro da CNN

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > cultura > turismo

Cultura - Turismo

 

Segunda-feira, 06 de Janeiro de 2020

Letalidade da polícia de São Paulo aumenta 46% em 20 anos

Violência policial é crescente também em São Paulo
Violência policial é crescente também em São Paulo

Uma policial que mata, morre, comete suicídios e indica claros sinais de integrantes com sérios problemas psicológicos. O resultado não poderia ser outro: aumento significativo nos registros de homicídios provocados por policiais. A entrevista com o ouvidor das polícias de São Paulo, Benedito Mariano, é assustadora - especialmente para o cidadão comum que gostaria de se sentir seguro diante de um profissional de Segurança Pública.


São Paulo - O ouvidor das Polícias do Estado de São Paulo, Benedito Mariano, criticou o aumento exponencial da letalidade da Polícia Militar nos últimos anos. De acordo com levantamento da própria corporação, nos últimos 20 anos, o número de mortes de civis pela PM cresceu 46%. "Não há política objetiva, mecanismos claros de enfrentamento à letalidade", disse em entrevista à Rádio Brasil Atual.

Segundo Mariano, o órgão apresentou ao governo Doria em fevereiro do ano passado - ainda sem resultado - um projeto de decreto que transfere para o órgão corregedor a responsabilidade pelas investigações de mortes de civis por policiais. O ouvidor alerta ainda na entrevista para a gravidade da situação de saúde psíquica que afeta a carreira policial. E cita pesquisa dos anos de 2017 e 2018 que aponta o suicídio como maior causa de morte de policiais civis no estado e segunda maior de policiais militares. "Não há suporte para acompanhamento de saúde mental na polícia civil, em mais de 100 anos", afirma.

Primeiro a ocupar o cargo de ouvidor, criado em 1995, durante o mandato do ex-governador Mario Covas (PSDB), Mariano afirma que, depois do tucano (morto em 2001, durante seu segundo mandato), nada se fez para reduzir a letalidade da polícia. Para ele, os números são "provas inequívocas de que o período do governador Mario Covas foi o período em que houve maior controle da letalidade. Se pegarmos os primeiros quatro anos, de 1995 a 1998, a diferença de 2014 a 2017 é de 75%", disse.

"Havia mecanismos implantados que contribuíram para diminuir a letalidade. Neste período, a PM e a PC eram maiores do que é hoje. Foi adotado uma política de afastar policiais envolvidos em ocorrências de letalidade para serviço administrativo e acompanhamento psicológico. Essa medida teve uma influência muito grande", completou. Tal mecanismo, de acordo com o ouvidor, foi definhando nos últimos anos.

O panorama de violência tende a seguir em escalada, afirma Mariano. "O ano em que houve maior número de civis mortos pela polícia foi 2017 com 940 pessoas mortas. O governador era Alckmin. Em 2018 diminuiu para 850 e tudo indica que 2019 chegue próximo ou ultrapasse 2017", completou.

"Eu espero que ainda no início deste ano o governador (João Doria) leve em conta a sugestão da Ouvidoria, que fez uma minuta de decreto em fevereiro do ano passado para centralizar no órgão corregedor os Inquéritos Policiais Militares e investigações de mortes de civis", diz o ouvidor.

Para assistir a íntegra da entrevista clique aqui

 

Veja também:

>> "Os dois papas": o filme dirigido por Fernando Meirelles na visão de Leonardo Boff

>> Mãe do programa de cotas raciais, Nilcea Freire morre aos 66 anos

>> Na Argentina, a homenagem silenciosa aos mortos no trânsito

>> Crítica & Literatura: Clássicos para os novos tempos

>> Ativista ambiental e militante petista, Ivan Lúcio foi assassinado em MG

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Letalidade da polícia de São Paulo aumenta 46% em 20 anos
 

Copyright 2021 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!