• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020

Felipe Neto critica Globo e CNN em entrevista na Globonews - vídeo
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Terça-feira, 28 de Julho de 2020

Emicida expõe Bárbara Gancia e é criticado por ela - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > geral

Política - Geral

 

Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

Diária de salário mínimo não compra 1 kg de carne no açougue

Bolsonaro e os preços na lua
Bolsonaro e os preços na lua


O dia trabalhado para quem recebe salário mínimo não compra um quilo de contrafilé nos principais açougues do País. A carne custa R$ 49,90/kg e a diária do mínimo é de apenas R$ 33,26. A perda do poder de compra do salário mínimo nacional, de R$ 998, é uma das facetas do desastroso projeto neoliberal do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e do ministro da Economia, Paulo Guedes.


O desemprego na casa de 13 milhões de pessoas e o aumento dos precarizados para 40 milhões totalizam mais da metade da população economicamente ativa com dificuldades de obter 1 kg da proteína animal por dia trabalhado. São 53 milhões de pessoas que trocaram o nosso filé de cada dia pelo ovo de galinha.

Em algumas áreas nobres de São Paulo, como os Jardins, o preço do contrafilé chegou a R$ 105/kg e o filé mignon a R$ 115.

Se o cidadão ainda precisar de gás para cozinhar o alimento, aí fica mais proibitiva a carne de primeira. O botijão de 13 kg subiu nesses tempos de Guedes e Bolsonaro para mais de R$ 100.

Voltemos às carnes:

O preço do boi gordo no pasto subiu cerca de 35,5% nos últimos dias e os reajustes ocorrem diariamente nas prateleiras de supermercados e nos balcões dos melhores açougues.

De acordo com a Associação Brasileira de Supermercados (Abras), desde agosto, o preço do contrafilé subiu acima de 50%, e o coxão mole subiu 46% no período.

Do Blog do Esmael

 

Veja também:

>> Sobre o torturador reconhecido: "A volta das múmias"

>> Joice Hasselmann depõe na CPI das fake news - vídeo ao vivo

>> "Histórias da Cidadania" e a "permanência" de Betinho nos dias atuais - vídeo

>> Roberta Montagnini: fotógrafa narra história de 13 mulheres em "O Vestido Viajante

>> Thiago Neves vira alvo de cruzeirenses ante iminente rebaixamento

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Diária de salário mínimo não compra 1 kg de carne no açougue
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!