• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019

Jornalista aponta ausência de negros na redação do Sportv

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > geral

Política - Geral

 

Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

Como fazer para gastar diariamente R$ 19 mil em cartão corporativo, Bolsonaro?


Pode parecer ingenuidade, mas não é. Confesso que estou tentando entender como é possível gastar diariamente R$ 19 mil em despesas pequenas, nenhum bem durável como carro ou casa, a este preço. Em 2008, em discurso no plenário da Câmara, o Jair Messias - na época, membro do Partido Progressista, o PP de Paulo Maluf - desafiou o PT a explicar as despesas com os cartões corporativos.


Foi quando a velha mídia ficou escandalizada: o ministro dos Esportes de Lula, Orlando Silva (PCdoB/SP) comprou uma tapioca de R$ 8,30 com o cartão corporativo...

A indignação de Bolsonaro, a ânsia por transparência, entretanto, aparentemente ficou no passado!

Um colunista do Globo informou na manhã deste domingo (20) que os gastos com os cartões corporativos da Presidência da República são os maiores desde 2014.

Até setembro deste ano (a fatura de outubro ainda não chegou...) o Palácio do Planalto já desembolsou R$ 4,6 milhões com os cartões - o que daria R$ 19 mil por dia.

Diz o Globo:

"O valor é 24% maior do que os R$ 3,7 milhões consumidos no mesmo período do ano passado; 55% a mais do que os R$ 2,9 milhões de 2017; 62% acima dos R$ 2,8 milhões de 2016 e 26% superior aos R$ 3,6 milhões de 2015. Protegidas pelo selo da segurança nacional, as compras para o capitão são sigilosas."

Em 2019, o Planalto realizou 2.700 compras sigilosas - quinze novos gastos por dia.

Como gastar R$ 19 mil por dia

Se Bolsonaro estivesse gastando em tapioca, como fez o ministro - aquele sim tratado com rigor pela mídia, estaria se deliciando com mais de 40 mil quitutes.

Ou poderia convidar para almoçar no Bar do Bacana, no Leblon, 630 cidadãos para comer um PF de fritas e contrafilé a Oswaldo Aranha - que custa R$ 30.

Mas se quiser esnobar mesmo, ele poderia comprar 158 feijoadas da Academia da Cachaça (120 reais a unidade). Mas com um detalhe: cada prato serve quatro pessoas. Não é ruim não, hein!!!

Ingresso médio para o jogo do Botafogo - 20 mil alvinegros felizes.

 

Veja também:

>> Capela dos Milagres: point do casamento exclui nativos alagoanos

>> EC Bahia lança camisa com críticas ao óleo derramado na costa do nordeste

>> Crítica & Literatura: Os dias duros da infância

>> Para você que se surpreendeu com a crise política chilena - artigo

>> Foto de Gabriela Biló, do Estadão, viraliza: o tiro de Bolsonaro em Moro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Como fazer para gastar diariamente R$ 19 mil em cartão corporativo, Bolsonaro?
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!