• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20190525 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Terça-feira, 14 de Maio de 2019

Reinaldo Azevedo diz que sentença de Lula precisa ser anulada
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quinta-feira, 23 de Maio de 2019

Jean Wyllys acusa Miriam Leitão de pavimentar caminho de Bolsonaro

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Sábado, 25 de Maio de 2019

Livro


Quarta-feira, 22 de Maio de 2019

Chico Buarque é vencedor do Prêmio Camões

Chico Buarque: o prêmio em meio a tantas histórias tristes
Chico Buarque: o prêmio em meio a tantas histórias tristes

O mais engajado dos artistas brasileiros mereceu o reconhecimento por uma arte a qual trata com a mesma delicadeza com que nos brindou, por décadas, com a música: Chico Buarque de Holanda arrebatou nesta terça-feira (21) o Prêmio Camões. O prêmio foi criado em 1988 pelos governos do Brasil e Portugal e é concedido todos os anos a os autores que contribuíram para o enriquecimento do patrimônio literário e cultural da língua portuguesa, abrangendo todos os países que falam o idioma.

ver mais >>

Sábado, 18 de Maio de 2019

Crítica & Literatura: Paixões góticas para as tardes de outono

A trama é conhecida. Mulher jovem, um tanto ingênua, desprovida de parentes ou
amigos, casa-se com homem maduro e rico, vão morar na mansão da família dele, em região fria e soturna, onde há fantasmas/criados ou parentes saudosos/ para assombrar a jovem noiva. Há pelo menos 250 anos o romance gótico usa a mesma fórmula para arrebatar o interesse de multidões. Com elementos da atualidade (referências a redes sociais, astros pop e cenas de sexo mais explícitas do que em seus primórdios), o gênero se mantém vivo em títulos como A criança do fogo (Bertrand Brasil, R$ 46,90), de S.K. Tremayne, contrariando previsões de quem previa sua extinção pela banalidade dos enredos, dois séculos atrás.

ver mais >>

Sábado, 18 de Maio de 2019

A chuva que cai na cidade encharcada de medos - por Francis Ivanovich

Uma neurose que encharca nossa cidade
Uma neurose que encharca nossa cidade

- Molhar, ensopar, embeber, empapar, banhar, alagar, inundar, atolar, afundar!

Olhar para os céus com desconfiança. Mirar as nuvens como monstros feitos de águas. Medo do aguaceiro que se forma sobre nossas cabeças de vento! Quantas chuvas caíram sobre o mundo? De nossa primitiva caverna à laje pré-moldada. Enfrentar tempestades é uma condição humana! Há os que naufragam sob a tormenta, e os que a atravessam e anunciam "Terra à Vista!".

ver mais >>

Sábado, 11 de Maio de 2019

Crítica & Literatura: Ser mãe é ler no paraíso

Ainda dá tempo de correr a uma livraria e honrar a segunda maior data comercial do ano, buscando uma boa leitura para sua mãe, que certamente vai preferir um livro a um jogo de panelas - o que, convenhamos, só alegra o fabricante e o vendedor... Ah, sua mãe não gosta de ler? Esqueça os bombons, os perfumes e as flores, que acabam rapidinho. Dê a ela algo duradouro, a história em fotografias de Chico Buarque, um dos senhores mais amados pelas brasileiras de 15 a 90 anos. É caro, mas sua mãe lhe deu a vida e muito mais em brinquedos e roupas que não duraram mais que dois meses na sua pré-adolescência.

ver mais >>

Sábado, 04 de Maio de 2019

Crítica & Literatura: Essa ridícula ideia de não te ler

Daqueles títulos magníficos, daqueles textos intensos, daquelas narrativas que deságuam em outras histórias, como no encontro com o maior amigo, o companheiro da juventude, da infância, da construção de vida. A ridícula ideia de não te ver (Todavia, R$ 54,90), de Rosa Montero, volta a causar o delicioso impacto experimentado na leitura de A Louca da Casa, que apresentou a escritora espanhola ao público brasileiro em 2004. Com o mesmo estilo arrebatado do contundente exercício literário que abordou as formas da criação e seus criadores, Rosa Montero parte de um diário da cientista Marie Curie para refletir sobre a posição da mulher ocidental no mundo contemporâneo e os sentimentos comuns em qualquer sociedade, entre eles, o amor.

ver mais >>

Pág. atual: 1/1008
 
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!