• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20180421 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Quinta-feira, 19 de Abril de 2018

TVs do Reino Unido revelam caso de mulher que escravizava namorado

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Sábado, 21 de Abril de 2018

Crítica & Literatura: A construção da autoridade

No início dos anos 1990, a psicóloga Tania Zagury lançou o primeiro de uma série de livros em que defendia o direito de pais e mães exercerem autoridade na criação dos filhos. Entre os diversos títulos que assinou, todos com imensa procura por pais de primeira ou de várias viagens, inseguros quanto a orientar uma geração de crianças e adolescentes desacostumados a acatar ordens dos adultos, "Limites sem trauma" (Best-seller, R$ 39,90), chega à 95ª edição revisada e com um subtítulo definindo seu público "Construindo cidadãos: para pais do século XXI".

ver mais >>

Sábado, 14 de Abril de 2018

Crítica & Literatura: Os limites entre o jornalismo e a ficção

Os limites entre a ficção e o jornalismo ficaram cada vez mais tênues desde o início do século XX. Sem entrar no campo do jornalismo literário, aquele que traz à tona as histórias além da notícia, mas que não ultrapassa as barreiras da realidade, a ficção tem se apropriado da objetividade em narrativas que misturam estilos, buscando apresentar diferentes pontos de vista ao leitor. Um dos gêneros mais populares no mundo - e de modesta repercussão no mercado brasileiro -, o thriller, sobrevive dessa mescla de noticiário para desenvolver personagens ambíguos (sem ambiguidade, não existe suspense) e desvendar crimes.

ver mais >>

Domingo, 08 de Abril de 2018

A poesia e o alerta de Alceu Valença: cuidado com estes dias

Protegido da bolha
Protegido da bolha

Bato palmas para sua boa intenção.
Infelizmente, você não percebe que a ideologia que nos sobrou, domina o mundo e é aquela que promove a ganância, o acúmulo e o individualismo.
Sou e serei sempre contra as grandes corporações.
Nunca, o poeta chegará perto de ideologias mesquinhas como muita gente, sem notar, vai se engajando.
Precisamos ficar atentos porque Hitler está renascendo das cinzas.
Lembram da campanha contra Marielle?
-"Ela era a favor do tráfico".
-"Ela era a favor da legalização das drogas".
Ninguém pode ter essas duas posições ao mesmo tempo. São antagônicas.

ver mais >>

Sábado, 07 de Abril de 2018

Crítica & Literatura: Os livros que doem no peito

Foi nos anos 80 que li "Parte de minha alma" (Rocco, R$ 6 - em sebos), a autobiografia de Winnie Mandela, em que ela contava sua construção pessoal de militante aguerrida antiapartheid a partir do casamento e da prisão do marido Nelson Mandela, que passou 27 anos na cadeia. A vida conjugal se esfacelou pouco mais tarde. Winnie foi condenada por fraude financeira e cumplicidade em crimes violentos. Acabou ali meu encantamento pela autora daquele livro tão bonito, do qual acabei me desfazendo prematuramente. Gostaria de reler esta semana, quando Winnie morreu num semiostracismo.

ver mais >>

Terça-feira, 03 de Abril de 2018

Trans e travestis podem ter nome social na hora do voto

Nem tudo está perdido neste Brasil onde a extrema direita tenta aniquilar direitos e os conservadores religiosos parecem querer instituir um modelo de relação social semelhante à Idade Média. A partir de hoje (3), travestis e transexuais podem incluir o nome social no título de eleitor e no caderno de votação das eleições. A inclusão e a atualização da identidade de gênero no cadastro eleitoral deve ser feita até o dia 9 de maio para valer nas eleições de outubro deste ano.

ver mais >>

Segunda-feira, 02 de Abril de 2018

Interior de São Paulo sente tremor de terra que foi mais forte na Bolívia

Reprodução de TV
Reprodução de TV

Um terremoto de magnitude 6,8 na escala Richter, oriundo da Bolívia, foi sentido no Distrito Federal, em São Paulo, no Paraná, no Rio Grande do Sul e em Minas Gerais, por volta das 11h de hoje (2). A intensidade do tremor foi dimensionada pelo Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP).

ver mais >>

Pág. atual: 1/995
 
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!