• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019

Patrícia Poeta diz que desempregados se "vitimizam e não correm atrás"
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Terça-feira, 19 de Novembro de 2019

Monica Bérgamo responde a Augusto Nunes em mais um embate entre jornalistas

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > política > internacional

Política - Internacional

 

Terça-feira, 19 de Novembro de 2019

Rafael Corrêa: o que houve na Bolívia foi claramente um golpe

Rafael Corrêa: golpe na Bolívia
Rafael Corrêa: golpe na Bolívia

* Por Nicolas Allen

Rafael Correa, presidente do Equador de 2007 a 2017, está entre os maiores líderes da onda progressista (ou "maré rosa") na América do Sul. Depois de chegar ao poder em uma terra arrasada pela pobreza e prejudicada por programas de austeridade e privatização, ele liderou a transformação do Equador - em uma década, o salário mínimo mais que dobrou, bilhões foram investidos em saúde e a pobreza foi reduzida pela metade.

ver mais >>

Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019

Bíblia usada por golpistas. Quando é que o problema será levado a sério?

Golpe na Bolívia com Bíblia na mão: reprodução da TV
Golpe na Bolívia com Bíblia na mão: reprodução da TV

Quando é que a sociedade brasileira vai perceber que hoje, o crescimento das igrejas neo pentecostais têm atuado para frear os direitos individuais e os movimentos que defendem o avanço social? O site Brasil de Fato traz uma importante questionamento sobre o que ocorreu na Bolívia, onde um presidente eleito foi destituído, e traça um paralelo com o que ocorreu ao Brasil. Aqui, boa parcela da população se recorda, o golpe contra Dilma foi banhado em falas daqueles que se diziam representantes de uma fé que não respeitava princípios democráticos. Leia a reportagem do site Brasil de Fato.

ver mais >>

Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019

Defensores do golpe na Venezuela invadem embaixada do país em Brasília

Venezuela desrespeitada pelo governo brasileiro
Venezuela desrespeitada pelo governo brasileiro

Cerca de 20 pessoas, entre elas milicianos apoiadores de Bolsonaro e aliados de Juan Guaidó, o autoproclamado presidente daquele país, invadiram a embaixada da Venezuela em Brasília em um claro desrespeito ao território venezuelano no Brasil. Parlamentares de partidos de esquerda foram até o lugar onde protestaram e exigiram que a PM entrasse e retirasse os invasores. Estes, por sua vez, disseram ter sido convidados a entrar a convite da embaixadora Maria Teresa Belandria.

ver mais >>

Terça-feira, 12 de Novembro de 2019

Morales já está no México onde recebe asilo político

Evo Morales ao desembarcar e mais tarde com a bandeira do México
Evo Morales ao desembarcar e mais tarde com a bandeira do México

O presidente eleito da Bolívia, Evo Morales, que renunciou ao cargo após ser forçado por uma junta militar e policial daquele país, chegou ao México onde desembarcou ainda de madrugada. Ele estará asilado naquele país após se sentir ameaçado e perseguido pelos golpistas. O avião da Força Aérea Mexicana que o levou fez uma parada estratégica para reabastecimento no Paraguai. O plano para a fuga foi organizado pelos presidentes do Peru, Argentina e do México.

ver mais >>

Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019

Evo Morales renuncia e comunidade internacional teme pela sua segurança

Evo Morales renunciou para evitar derramamento de sangue
Evo Morales renunciou para evitar derramamento de sangue

Responsável por um crescimento econômico e social inédito no país, o presidente Evo Morales renunciou ao governo da Bolívia neste domingo (10) após representantes da extrema direita inviabilizarem seu governo promovendo ataques a colaboradores do governo. Ministros, representantes de instituições públicas como o Tribunal Eleitoral, parentes e até o próprio presidente foram ameaçados de mortes e submetidos a torturas físicas e psicológicas. Para evitar que a situação se agravasse, o presidente entregou o cargo "aconselhado" por um movimento golpista formado por uma junta militar.

ver mais >>

Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019

Rússia, China e União Europeia querem saída democrática na Bolívia

Militares submeteram aliados de Evo à violência
Militares submeteram aliados de Evo à violência

Aliada de Evo Morales com quem desenvolvia projeto conjunto de instalação de um programa de enriquecimento de urânio numa altitude superior a 4 mil metros acima do nível do mar, a Rússia defendeu, através de seu Ministério das Relações Exteriores, uma saída constitucional para restaurar a paz no país. Ela quer a tranquilidade no estado plurinacional. Há temos generalizado, e não apenas naquele país, que o radicalismo de extrema direita e neo pentecostal que tomou o país cause prejuízos ao ambiente político e social do país. Outra preocupação evidente é quanto a segurança de Evo Morales e seus auxiliares que foram alvo de torturas e ameaças.

ver mais >>

Pág. atual: 1/205
 
 

Copyright 2019 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!