Leucócitos: o que são e porque estão altos ou baixos?

Leucócitos são células de defesa do corpo. Seus níveis variam, sendo altos na luta contra infecções e baixos devido a doenças ou tratamentos específicos.

Leucócitos são células brancas do sangue, essenciais no sistema de defesa do corpo humano contra infecções, doenças e substâncias estranhas. Eles desempenham um papel crucial na imunidade, produzindo anticorpos, fagocitando bactérias e vírus, e atuando em reações inflamatórias. Alterações na contagem dessas células podem indicar desde condições benignas até doenças graves. Vamos entender melhor sobre seus valores de referência, o significado dos resultados e o que pode indicar a presença de leucócitos na urina.

Valores de referência

Os valores de referência para leucócitos no sangue variam ligeiramente entre laboratórios, mas em geral, para adultos, a contagem normal fica entre 4.500 e 11.000 leucócitos por microlitro de sangue. Esses valores podem ser diferenciados para homens, mulheres e crianças, porém servem como uma base para avaliação médica.

É importante destacar que esses valores de referência são apenas guias. Leituras ligeiramente fora desses parâmetros não necessariamente indicam um problema grave, mas podem levar o médico a investigar mais a fundo a saúde do paciente.

O que significa os resultados

Uma contagem elevada de leucócitos, conhecida como leucocitose, pode indicar uma infecção, inflamação, trauma, alergia, doenças do tecido conjuntivo e até mesmo certos tipos de câncer, como leucemias e linfomas. Diferentes tipos de leucócitos podem estar elevados dependendo da condição, sendo cada tipo analisado para um diagnóstico mais preciso.

Por outro lado, uma contagem baixa de leucócitos, chamada leucopenia, pode ser resultado de doenças autoimunes, doenças hepáticas e renais, exposição a substâncias tóxicas, deficiências nutricionais e alguns medicamentos. Este cenário torna o organismo mais suscetível a infecções.

A interpretação desses resultados deve ser feita por um profissional de saúde, levando em consideração outros fatores, como histórico clínico do paciente, sintomas apresentados e resultados de outros exames.

O que pode ser leucócitos na urina

A presença de leucócitos na urina, um sinal conhecido como leucocitúria, geralmente indica um processo inflamatório ou infeccioso no trato urinário. Isso pode ocorrer em infecções do trato urinário (ITU), tanto cistites quanto pielonefrites, doenças sexualmente transmissíveis, pedras nos rins e até mesmo em condições mais graves como câncer no trato urinário.

Em muitos casos, especialmente em infecções urinárias, o paciente pode apresentar sintomas como dor ao urinar, urgência urinária, dor pélvica ou lombar e urina com odor forte ou aparência turva. A confirmação do diagnóstico requer correlação clínica e, frequentemente, a realização de cultura de urina, para identificar o agente infeccioso específico.

Importante frisar que a detecção de leucócitos na urina deve sempre ser avaliada junto a outros sintomas e resultados de exames, guiando uma abordagem clínica adequada para cada caso.

Compreender a função e os motivos por trás das alterações nos níveis de leucócitos é fundamental para a manutenção da saúde e para orientar adequadamente o diagnóstico e tratamento de várias condições médicas. A consulta médica e o acompanhamento adequado são essenciais para uma interpretação correta dos resultados e para a tomada de decisões terapêuticas.

Este conteúdo não deve ser usado como consulta médica. Para melhor tratamento, sempre consulte um médico.

Sobre o autor da postagem:

Picture of Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp