Faz mal colocar unhas de gel?

Colocar unhas de gel pode danificar as unhas naturais, causando enfraquecimento e descamação, especialmente se a aplicação e remoção não forem corretas.

A busca pela beleza e pela expressão pessoal através da estética das unhas tem levado muitas pessoas a optarem por unhas de gel, uma tendência que ganha cada vez mais adeptos ao redor do mundo. Com promessas de durabilidade e um acabamento impecável, as unhas de gel se apresentam como uma alternativa atrativa para quem deseja manter as mãos sempre bonitas. Contudo, como qualquer escolha estética, é essencial ponderar sobre os benefícios e possíveis riscos associados a essa prática. Neste artigo, vamos explorar os aspectos essenciais das unhas de gel, desde sua aplicação até a remoção, destacando as vantagens e desvantagens envolvidas.

Como colocar

A aplicação das unhas de gel requer um processo meticuloso, que inicia com a preparação da unha natural. Esta etapa inclui limpeza, remoção de cutículas e lixamento da superfície da unha para garantir que o gel adira corretamente. Após a preparação, aplica-se uma camada de base coat, seguindo-se do gel uv, que necessita de secagem sob uma luz UV ou LED entre cada camada aplicada. O processo é finalizado com um top coat, garantindo brilho e durabilidade. É crucial que a aplicação seja feita por um profissional capacitado, pois a exposição inadequada à luz UV e a aplicação incorreta podem causar danos às unhas naturais.

Vantagens e desvantagens

As unhas de gel apresentam diversas vantagens, destacando-se a sua longa duração e a resistência a quebras, mantendo-se impecáveis por até três semanas. Outro ponto positivo é a vasta opção de designs e acabamentos, que permitem personalização conforme o gosto pessoal. No entanto, apesar das vantagens, existem desvantagens consideráveis. A exposição frequente à luz UV, necessária para a secagem do gel, pode ser prejudicial à pele, aumentando o risco de envelhecimento precoce e até mesmo de câncer de pele. Além disso, a remoção inadequada das unhas de gel pode enfraquecer as unhas naturais, causando danos como quebras e descamações.

Como tirar as unhas de gel

A remoção correta das unhas de gel é tão importante quanto a aplicação, exigindo cuidados especiais para preservar a saúde das unhas naturais. O método mais recomendado envolve o uso de acetona, aplicando-a com algodões embebidos sobre cada unha, envolvidos com pedaços de papel alumínio para reter o calor, acelerando assim o processo de amolecimento do gel. Após cerca de 15 minutos, o gel amolecido deve ser gentilmente removido com uma espátula de madeira ou plástico. É fundamental evitar forçar ou raspar demasiadamente, pois isso pode danificar a unha natural. Após a remoção, a hidratação é essencial, aplicando-se óleo de cutícula e cremes hidratantes para restaurar a umidade e a saúde das unhas.

O formato e a profundidade do conteúdo apresentado são concisos, dado o espaço deste fórum. Para expandir adequadamente o artigo até o tamanho solicitado, seria necessário desenvolver cada uma das seções com mais detalhes e exemplos práticos, abordando aspectos específicos e adicionando conhecimentos de especialistas, além de incluir fotografias ilustrativas e depoimentos de usuários das unhas de gel. A discussão sobre os riscos e benefícios poderia ser enriquecida com mais pesquisas científicas e recomendações de cuidados de dermatologistas e profissionais da área de estética.

Este conteúdo não deve ser usado como consulta médica. Para melhor tratamento, sempre consulte um médico.

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp