Ultrassom da próstata: para que serve, preparo e como é feito

O ultrassom da próstata é um exame não invasivo utilizado para avaliar alterações na glândula. Não causa dor e é feito através de ondas sonoras emitidas por um aparelho externo. O preparo geralmente envolve jejum e bexiga cheia.

Ultrassom da próstata: para que serve?

O ultrassom da próstata é um exame utilizado para diagnosticar diversas condições relacionadas à próstata e suas estruturas adjacentes. A próstata é uma glândula localizada abaixo da bexiga, responsável pela produção de parte do líquido seminal que compõe o esperma.

Ao realizar o ultrassom da próstata, é possível visualizar em tempo real a estrutura da glândula, avaliar seu tamanho, forma e textura, bem como detectar possíveis alterações como cistos, tumores e inflamações. Esse exame é fundamental para o diagnóstico precoce do câncer de próstata, uma das principais causas de morte por câncer em homens.

Além disso, o ultrassom da próstata também ajuda a monitorar o progresso de doenças já existentes, como a hiperplasia prostática benigna (HPB), uma condição comum em homens mais velhos que causa o aumento da próstata e pode resultar em dificuldade urinária.

Preparo para o ultrassom da próstata:

Antes de realizar o ultrassom da próstata, é importante seguir algumas orientações para obter resultados mais precisos e evitar desconfortos durante o exame. O preparo para o ultrassom da próstata varia de acordo com cada paciente e pode incluir:

1. Jejum: Em alguns casos, é recomendado fazer um jejum de pelo menos seis horas antes do exame para evitar que a presença de alimentos no intestino atrapalhe a visualização da próstata.

2. Higiene do trato urinário: É importante realizar uma higiene cuidadosa da região genital antes do exame, para garantir a limpeza e evitar infecções.

3. Uso de medicamentos: É necessário informar o médico sobre todos os medicamentos em uso, especialmente anticoagulantes, pois alguns deles podem interferir na realização do ultrassom ou nos resultados.

4. Preenchimento da bexiga: Em alguns casos, o médico pode solicitar que o paciente beba água em quantidade específica antes do exame, a fim de preencher a bexiga e facilitar a visualização da próstata.

Como é feito o ultrassom da próstata:

A realização do ultrassom da próstata é um procedimento simples e indolor, geralmente feito em consultório médico ou clínica especializada. Veja o passo a passo do exame:

1. Posicionamento: O paciente é posicionado deitado de costas, com as pernas levemente afastadas e dobradas, o que facilita o acesso à região da próstata.

2. Gel condutor: O médico ou o técnico responsável aplica um gel condutor na região do abdômen inferior, onde a próstata está localizada.

3. Transdutor: O transdutor, um aparelho manual que emite ondas sonoras, é levemente pressionado sobre a pele na região do abdômen, permitindo a passagem das ondas sonoras para dentro do corpo.

4. Monitoramento: O médico acompanha em tempo real as imagens geradas pelo ultrassom em um monitor, obtendo informações sobre a próstata e suas estruturas adjacentes.

5. Avaliação da próstata: Durante o exame, o médico analisa o tamanho, forma e textura da próstata, bem como busca por possíveis anormalidades, como tumores ou cistos.

6. Duração do exame: O ultrassom da próstata geralmente dura de 10 a 20 minutos, sendo que o tempo pode variar de acordo com a necessidade de cada paciente.

7. Resultados: Ao final do exame, o médico pode discutir os resultados preliminares com o paciente, dependendo do caso. Caso seja necessário, pode ser solicitado exames adicionais.

O ultrassom da próstata é uma ferramenta fundamental no diagnóstico e acompanhamento de diversas condições relacionadas à próstata. Por meio desse exame, é possível detectar alterações precoces, garantindo um tratamento mais eficaz e aumentando as chances de cura. Consulte sempre um médico especialista para obter mais informações sobre a realização do ultrassom da próstata e suas indicações específicas.

Este conteúdo não deve ser usado como consulta médica. Para melhor tratamento, sempre consulte um médico.

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp