Museu de Zoologia, no Rio, apresenta mostra sobre ciência e sociedade

Exposição fica aberta até 23 de dezembro

O Museu de Zoologia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) está aberto para visitação  pública até o fim do atual período letivo, no dia 23 de dezembro próximo. Depois, será reaberto em 2024. Ele é sediado no Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde (ICBS), no campus Seropédica.ebcebc

A exposição Uma ponte animal entre a ciência e a sociedade é coordenada pelos professores do Departamento de Biologia Animal da UFRRJ, André Queiroz de Pádua e Ana Claudia dos Santos Brasil, junto ao Conselho Administrativo do museu, órgão formado por docentes de Zoologia que auxiliam os coordenadores.

O acervo da instituição é composto por diversos animais vertebrados e invertebrados taxidermizados, isto é, empalhados ou fixados em meio líquido, provenientes de diversas regiões do Brasil e de outras partes do mundo, além de esqueletos montados e ovos de aves.

“Dentre os animais expostos, há mamíferos, aves, répteis, peixes e anfíbios, além de diversas espécies de invertebrados marinhos e terrestres conhecidos pela população”, disse André.

O museu também conta com uma equipe de monitores capacitada para instruir e tirar dúvidas dos visitantes. O funcionamento é de segunda a quinta-feira, das 9h às 12h e de 13h às 16h, exceto feriados e pontos facultativos.

É possível também realizar o agendamento de grupos de visitação dentro ou fora desses horários. Para agendar uma visita mediada, basta enviar um e-mail informando a data e horário de preferência, número estimado de visitantes e nome da associação, grupo ou escola.

Experiência

Formada em 1990, a ex-aluna de Biologia da UFRRJ Daniela Parada estava vindo de Uberaba (MG) para o Rio de Janeiro quando decidiu parar para uma visita ao museu. Ela observou que houve mudança de posição das estantes do equipamento, realizada pelos organizadores para garantir maior acessibilidade de cadeirantes, e reparou que ocorreu expansão do acervo para além das quatro paredes.

“A disposição das prateleiras era diferente e não havia exemplares do lado de fora do museu. Só dava para observar quando entrávamos no local para ter as aulas”, sintetizou.

A ex-aluna lembrou sua experiência ao empalhar um animal pela primeira vez. Foi um morcego durante a aula, lembrou. “Foi muita emoção, uma coisa diferente para a gente que nunca tinha feito isso antes”, detalhou.

O Museu de Zoologia conta com uma equipe de 15 alunos do curso de graduação em ciências biológicas, sendo três bolsistas e 12 voluntários. As bolsas são derivadas da Pró-Reitoria de Extensão (Proext/UFRRJ), sendo duas delas ligadas ao Núcleo de Articulação de Acervos e Coleções (NAAC) e uma ao Programa de Bolsas Institucionais de Extensão (BIEXT).

Museu de Zoologia, no Rio, apresenta mostra sobre ciência e sociedade
© Luiz Felipe Pinheiro/CCS/UFRRJ

Fonte: Agência Brasil

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp