Operação da PF na Baixada Fluminense apreende arsenal com 176 armas

Primeira edição da ação prendeu em fevereiro quatro pessoas

A Polícia Federal (PF) divulgou o balanço da Operação Desarmada IV, deflagrada nesta quinta-feira (15) na Baixada Fluminense. Foi recolhido um arsenal com 176 armas: 99 pistolas, 25 fuzis, 21 revólveres, 12 rifles, 11 carabinas, oito espingardas calibre 12, e 528 carregadores de armas de fogo.ebcebc

Rio de Janeiro (RJ) - Operação da PF na Baixada Fluminense apreende arsenal com 176 armas 
A Polícia Federal (PF) divulgou o balanço da Operação Desarmada IV, deflagrada nesta quinta-feira (15) na Baixada Fluminense. Foi recolhido um arsenal com 176 armas: 99 pistolas, 25 fuzis, 21 revólveres, 12 rifles, 11 carabinas, oito espingardas calibre 12, e 528 carregadores de armas de fogo.<img style=ebc
Foto: Polícia Federal/Divulgação” title=”Polícia Federal/divulgação” class=”flex-fill img-cover”>

Operação da PF na Baixada Fluminense apreende arsenal com 176 armas Polícia Federal/divulgação

“A apreensão de uma quantidade tão expressiva de material bélico é de suma importância para impedir sua introdução no mercado clandestino”, informou a PF em nota. Os policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão, expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Nova Iguaçu (RJ) em um depósito clandestino pertencente ao mesmo grupo alvo das etapas anteriores desta investigação.

A primeira edição da Operação Desarmada foi deflagrada em fevereiro, quando quatro pessoas foram presas. Desde então, foram apreendidas ao todo 1.683 armas de fogo, além de dezenas de milhares de munições e acessórios. A soma das penas para os crimes de comércio ilegal de armas de fogo e de posse ilegal de arma de fogo de uso permitido podem chegar a 15 anos de prisão.

Operação da PF na Baixada Fluminense apreende arsenal com 176 armas
© Polícia Federal/ Divulgação

Fonte: Agência Brasil

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp