Prefeitura conta três prisões durante Virada Cultural, mas não vê ocorrências graves

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O balanço parcial da Virada Cultural feito pela Prefeitura de São Paulo não contabilizou ocorrências graves, teve três prisões e apreensões de produtos irregulares. Entre os três presos, dois eram procurados pela Justiça.

A corporação ainda vistoriou 533 automóveis, dos quais 61 foram removidos, e 285 motocicletas, das quais 9 foram removidas. Além disso, a Guarda Civil Metropolitana fez 127 apreensões de produtos irregulares.

A Virada conta com efetivo de 720 guardas (em 2022, foram 540), 1.400 policiais militares, 300 viaturas, cinco helicópteros e drones.

Autor(es): ARTUR RODRIGUES / FOLHAPRESS

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp