Preso por estupro de vulnerável morre ao ser atingido por tiro em delegacia

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) – Um homem de 29 anos morreu na madrugada deste sábado (8) ao ser atingido por um tiro dentro da delegacia de Fernandópolis, interior de São Paulo.

Ele havia sido preso por estupro de vulnerável.

Após saber que ficaria preso, o suspeito pegou a arma de um PM. Segundo a polícia, ele se descontrolou quando foi informado que seria detido pelo crime de estupro de vulnerável no plantão policial de Fernandópolis (SP).

Após retirar a arma do policial, o homem deu quatro tiros dentro da delegacia. Um dos disparos atingiu a própria cabeça do suspeito, de acordo com a polícia. A hipótese mais provável é a de que o tiro tenha atingido uma das paredes e o acertado na cabeça.

Câmeras do local poderão ajudar a esclarecer o caso. As imagens foram disponibilizadas para a Polícia Militar e para a Corregedoria da Polícia Civil, que abriram investigações para apurar as circunstâncias da morte.

O homem chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

Autor(es): HERCULANO BARRETO FILHO / FOLHAPRESS

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp