Planetário Ibirapuera homenageia mulheres da ciência

Evento é gratuito, com início às 17h

O Planetário Ibirapuera realiza neste sábado (11) uma atividade gratuita, homenageando nomes femininos da ciência em alusão ao Dia Internacional das Mulheres, celebrado no último dia 8. A sessão “Tinha que ser Mulher” tem início às 17h e ingressos disponibilizados no site Urbia Pass.ebcebc

A sessão tem duração de 50 minutos, é livre para todas as idades e recupera a trajetória de pesquisadoras como Jocelyn Bell, Valentina Tereshkova e Marcelle Soares-Santos. A apresentação fica por conta da doutoranda em astrofísica e professora do planetário Mirian Castejon Molina.

Apesar de mulheres terem, ao longo da história, contribuído para diversas áreas do conhecimento tanto quanto colegas homens, elas enfrentam, com frequência, até hoje, o machismo nas instituições. Como consequência, muitas delas acabam em registros como coadjuvantes.

A russa Valentina Tereshkova, por exemplo, foi a primeira mulher a ir ao espaço, em 1963. Contudo, como reconta reportagem da BBC, ao questionar autoridades sobre o machismo que caracterizava os critérios de seleção dos astronautas que partiriam em missões, seu país deixou de enviar outra mulher por 19 anos. O pretexto foi o de que o espaço era um ambiente que oferecia riscos demais às mulheres.

Serviço: Sessão ‘Tinha que ser Mulher’ no Planetário Ibirapuera

Local: Planetário Ibirapuera

Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Vila Mariana, São Paulo/SP – Próximo ao Portão 10.

Data: 11 de março, às 17h

Ingressos: Site Urbia Pass

Entrada gratuita.

Planetário Ibirapuera homenageia mulheres da ciência
© Prefeitura de São Paulo/divulgação

Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2023-03/planetario-ibirapuera-homenageia-mulheres-da-ciencia

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp