Como prolongar a vida útil dos pneus

Saiba como prolongar a vida útil dos pneus do seu veículo, através das principais dicas reunidas neste post, a fim de evitar o desgaste precoce e necessidade de trocas frequentes dos pneus.

Os pneus são fabricados para fornecer milhares de quilômetros de excelente serviço. Para tirar o máximo proveito de seus pneus, eles devem ser mantidos adequadamente para evitar danos que possam fazer com que sejam substituídos antes que o desgaste da banda de rodagem atinja a profundidade mínima.

Como prolongar a vida útil dos pneus

Ter os pneus em bom estado é fundamental para garantir a sua segurança e a dos demais passageiros. Aqui deixamos-lhe várias dicas para garantir o seu ótimo estado:

Como prolongar a vida útil dos pneus?

Confiram a seguir quais as principais dicas de como prolongar a vida útil dos pneus, a fim de economizar e garantir que seu veículo funcione com ótimo desempenho:

Mantenha a pressão de inflação adequada

Manter a pressão de enchimento adequada é necessário para otimizar o desempenho e prolongar a vida útil dos pneus, segurança e economia de combustível. Para isso é necessário verificá-los frequentemente (pelo menos uma vez por mês, quando estão frios) com um manômetro de precisão.

Mantenha a pressão de inflação no nível recomendado

Depositphotos 325134888 S 1

Este nível é recomendado pelo fabricante do veículo e está listado na etiqueta de informações do veículo ou no manual do proprietário. Manter a pressão de inflação adequada é o passo mais importante que você pode tomar para preservar a durabilidade do pneu e prolongar a vida útil dos pneus e do piso.

A pressão insuficiente é a principal causa de falha do pneu e pode causar rachaduras graves, furos e muito mais. Esse problema reduz a capacidade de carga do pneu, produz flexão excessiva da parede lateral ou da banda de rodagem e aumenta a resistência ao rolamento, levando ao aumento da temperatura do pneu e danos mecânicos.

Mas, por outro lado, a pressão de ar excessiva aumenta a rigidez, o que pode afetar negativamente o manuseio e levar a vibrações indesejadas. Além disso, aumenta as chances de causar dano de impacto.

Verifique os pneus para determinar seu desgaste

Sempre remova os pneus de uso quando o piso tiver uma profundidade não solicitada. Todos os pneus novos têm indicadores de desgaste do piso.

Muitos acidentes com chuva ocorrem por causa de pneus carecas ou quase carecas. Pneus excessivamente gastos também são mais suscetíveis à penetração.

Verifique os pneus quanto a danos

É muito importante que efetue inspeções frequentes aos seus pneus para verificar sinais de deterioração e o seu estado geral para conseguir prolongar a vida útil dos pneus. O pneu deve ser removido e verificado por um especialista para detectar impactos, penetrações, rachaduras, nós ou perda de ar.

Nunca faça um reparo temporário ou use uma câmara de ar como substituto de um reparo adequado. Os pneus só devem ser reparados por pessoal qualificado.

Não misture pneus de tamanhos e tipos diferentes no mesmo eixo

Depositphotos 88985818 S

Ao comprar pneu Continental, para melhor manuseio e controle, recomenda-se que todos os quatro pneus instalados sejam do mesmo tamanho e tipo, pois o manuseio do veículo pode ser significativamente afetado por uma mudança no tamanho ou tipo do pneu.

Ao escolher pneus de tamanho diferente dos originais, consulte um instalador profissional para garantir que eles tenham folga, capacidade de carga e pressão de enchimento adequados. Nunca exceda a capacidade máxima de carga e a pressão de enchimento indicadas no flanco do pneu para prolongar a vida útil dos pneus.

Quando tiver que trocar os pneus, certifique-se de que está nas mãos de um profissional.

Não sobrecarregue seu veículo

Verifique o manual do proprietário do seu veículo para determinar os limites de carga. Sobrecarregar o veículo coloca pressão indevida nos pneus e em outros componentes importantes.

Sobrecarregar um veículo pode causar manuseio inadequado, aumentar o consumo de combustível e causar falha nos pneus. Isso pode resultar em rachaduras ou estouros graves nos pneus.

Nunca instale pneus novos em seu veículo com capacidade de carga inferior à indicada e lembre-se que a largura ideal do aro é importante para a correta distribuição da carga e funcionamento dos pneus.

Manutenção da suspensão do veículo, alinhamento das rodas, balanceamento e rotação para prolongar a vida útil dos pneus.

Falta de rotação, peças de suspensão gastas, pressão insuficiente, pressão excessiva, rodas desbalanceadas e desalinhamento podem causar vibração ou desgaste irregular dos pneus.

Pneus sobressalentes (temporário)

O pneu sobressalente (temporário) foi projetado para ocupar o mínimo de espaço de armazenamento e, ao mesmo tempo, servir como pneu sobressalente quando necessário. Para garantir que esteja sempre pronto para uso, verifique regularmente a pressão do ar.

O estepe (temporário) pode ser usado em conjunto com os pneus originais do seu veículo, mas nunca deve ser usado em um veículo com o qual não seja compatível. Além disso, nenhum veículo deve ser equipado com mais de um estepe por vez.

Assim que reparar o pneu padrão, coloque o estepe de volta em seu local de armazenamento para preservar sua vida útil.

Vida útil do pneu

Depositphotos 7419920 S

Não é possível dizer exatamente qual é a vida útil de um pneu cronologicamente, pois isso depende das condições de serviço que variam consideravelmente de um veículo para outro.

O bom estado de funcionamento do pneu ao longo do tempo depende das condições de armazenamento e de serviço, como já dissemos (pressão de enchimento, carga, velocidade, danos por acidentes rodoviários), a que está sujeito.

Para prolongar a vida útil dos pneus, o consumidor não deve confiar apenas na aparência do pneu, mas deve ficar atento a qualquer alteração no desempenho dinâmico, como aumento da perda de ar, ruído ou vibração, que possam indicar que o pneu deve ser substituído.

Dicas gerais

Ainda temos que adicionar algumas dicas mais gerais para prolongar a vida útil dos pneus. Trata-se de dirigir sem acelerações ou frenagens bruscas, em velocidade adequada, evitando batidas, roçando no meio-fio.

Além disso, se costumamos deixar o veículo estacionado por muito tempo, é recomendável removê-lo pelo menos a cada duas semanas. Desta forma garante-se que a área da cobertura em contacto com o solo não é sempre a mesma e não se deteriora.

Por outro lado, estacionar o veículo em local protegido de água, frio ou calor contribuirá para prolongar a vida útil dos pneus. Também é conveniente limpar a lama e sujeira que possa ter.

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp