Comer salsicha, linguiça e bacon pode causar câncer, entenda por quê

Comer salsicha, linguiça e bacon em excesso eleva o risco de câncer devido a compostos N-nitrosos e hidrocarbonetos policíclicos na sua preparação e conservação.

**Quais são as carnes processadas**

Quais são as carnes processadas

Carnes processadas referem-se a qualquer carne que tenha sido transformada por salga, cura, fermentação, defumação ou outros processos para melhorar seu sabor ou preservar. Esses métodos, embora tradicionais e capazes de prolongar a vida útil dos produtos, alteram as propriedades nutricionais e químicas das carnes. Exemplos comuns de carnes processadas incluem salsicha, linguiça, bacon, presunto, mortadela, salame, entre outros produtos similares. O processamento visa não apenas aprimorar o sabor mas também impedir o crescimento de microrganismos. No entanto, é o próprio processo de processamento que suscita preocupações relacionadas à saúde, dado o uso de nitratos e nitritos como conservantes, que podem formar compostos potencialmente cancerígenos.

**Riscos para a saúde**

Riscos para a saúde

A ingestão de carnes processadas é associada a vários riscos para a saúde, particularmente o aumento do risco de certos tipos de câncer como o câncer colorretal. Estudos epidemiológicos demonstraram uma correlação entre consumo elevado dessas carnes e maior incidência de câncer gastrointestinal, além de conexões com doenças cardíacas e diabetes tipo 2. A preocupação centra-se nos aditivos químicos usados durante o processamento, especialmente nitratos e nitritos, que podem transformar-se em nitrosaminas, compostos com reconhecido potencial carcinogênico, quando consumidos e processados pelo organismo. Além disso, métodos de preparo que envolvem altas temperaturas, como fritar ou assar, podem levar à formação de aminas aromáticas heterocíclicas e hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, ambos considerados cancerígenos.

**Quantidade recomendada**

Quantidade recomendada

Embora não exista uma “quantidade segura” claramente definida para o consumo de carnes processadas, diversas organizações de saúde pública sugerem a limitação máxima ou minimização de sua ingestão. A Organização Mundial da Saúde classifica as carnes processadas como carcinogênicas para humanos, recomendando que o consumo seja tão baixo quanto possível dentro de uma dieta balanceada. Diretrizes nutricionais variam, mas muitas apontam para menos de 70 gramas por semana como uma medida de precaução. Importante destacar que essa recomendação visa não apenas reduzir os riscos de câncer mas também apoiar uma dieta mais saudável, rica em alimentos de origem vegetal, fibras e nutrientes essenciais, tendo em vista a prevenção de outras condições crônicas.

**Confira uma lista com outros alimentos potencialmente cancerígenos**

Confira uma lista com outros alimentos potencialmente cancerígenos

Além das carnes processadas, existem outros alimentos que também são considerados potenciais riscos à saúde quando consumidos em grandes quantidades ou de forma regular. Alguns destes incluem álcool, que está relacionado com vários tipos de câncer, incluindo de mama, fígado e esôfago. Comidas muito salgadas, conservadas em sal ou alimentos defumados também carregam riscos semelhantes aos das carnes processadas, devido ao emprego de técnicas de preservação que potencialmente formam compostos cancerígenos. Os refrigerantes e outras bebidas açucaradas são frequentemente associados a um risco elevado de ganho de peso, obesidade e, consequentemente, câncer. Por fim, alimentos e bebidas ricos em açúcar e gorduras trans têm sido apontados como colaboradores indiretos, já que podem contribuir para o desenvolvimento do sobrepeso e obesidade, fatores de risco conhecidos para vários tipos de câncer. A chave para uma dieta saudável reside na moderação e na variedade, enfatizando o consumo de alimentos in natura ou minimamente processados.

Este conteúdo não deve ser usado como consulta médica. Para melhor tratamento, sempre consulte um médico.

Sobre o autor da postagem:

Picture of Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp