Psicobióticos: o que são, benefícios e como funcionam

Psicobióticos são probióticos que melhoram a saúde mental ao influenciar a flora intestinal. Eles atuam no eixo intestino-cérebro, promovendo bem-estar.

Psicobióticos: o que são

Psicobióticos representam uma revolucionária classe de probióticos. Enquanto os probióticos tradicionais são conhecidos por seu papel no fortalecimento do sistema digestivo e na manutenção da saúde intestinal, os psicobióticos vão além, focando no eixo cérebro-intestino para influenciar positivamente a saúde mental. Originados da constatação científica de que existe uma conexão direta entre o intestino e o cérebro, esses microrganismos vivos têm a capacidade de produzir e entregar substâncias neuroativas, como neurotransmissores, que podem afetar diretamente a função cerebral. Assim, esses poderosos aliados têm sido relacionados à melhora de condições como ansiedade, depressão e estresse, abrindo novas portas para tratamentos complementares em saúde mental.

Benefícios dos psicobióticos

Os psicobióticos proporcionam uma série de benefícios que transcendem a saúde intestinal, afetando de forma positiva a saúde mental e emocional. Entre os benefícios observados estão a melhoria no humor, a redução de sintomas de ansiedade e depressão, além de uma participação ativa na redução do estresse e na promoção de um sono de melhor qualidade. Esses efeitos são possíveis graças à capacidade dos psicobióticos de modularem a produção de neurotransmissores como o serotonin e GABA, essenciais na regulação do humor e emoções. Além disso, sua ação anti-inflamatória no intestino pode também influenciar positivamente o bem-estar mental, considerando que a inflamação está frequentemente associada a diversas condições psiquiátricas.

Como funcionam

Entender o funcionamento dos psicobióticos implica na compreensão do eixo cérebro-intestino, uma via de comunicação bidirecional que conecta o sistema digestivo ao cérebro. Psicobióticos atuam neste eixo, principalmente através da produção de neurotransmissores e outros compostos que podem afetar a função cerebral. Um exemplo é a produção de ácido gamma-aminobutírico (GABA) por certos lactobacilos, que pode ajudar a controlar a ansiedade e melhorar o humor. Além disso, através da modulação da microbiota intestinal, os psicobióticos podem reduzir a inflamação sistêmica, que está associada a diversas doenças mentais. Este efeito benéfico é complementado pela capacidade dos psicobióticos em reforçar a barreira intestinal, evitando que substâncias nocivas passem para a corrente sanguínea e atinjam o cérebro, o que pode contribuir para um estado inflamatório.

Como aumentar os psicobióticos

Aumentar a ingestão de psicobióticos envolve escolhas alimentares conscientes e, em alguns casos, a suplementação. Alimentos fermentados, como iogurte, kefir, chucrute, kombucha e kimchi são excelentes fontes naturais de probióticos, incluindo cepas com potencial psicobiótico. Além disso, uma dieta rica em fibras contribui para a nutrição das bactérias benéficas no intestino, promovendo um ambiente favorável para a sua proliferação e atividade. Quando a dieta não é suficiente ou em casos específicos recomendados por profissionais de saúde, a suplementação com psicobióticos específicos pode ser uma alternativa. É importante notar que, para obter os benefícios completos dos psicobióticos, a consistência e a longevidade na ingestão desses alimentos ou suplementos são cruciais. Consultar um médico ou nutricionista antes de iniciar a suplementação é sempre recomendado para assegurar a abordagem mais adequada conforme as necessidades e condições de saúde de cada indivíduo.

Este conteúdo não deve ser usado como consulta médica. Para melhor tratamento, sempre consulte um médico.

Sobre o autor da postagem:

Picture of Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp