Parto agachada: o que é, quais as vantagens e contraindicações

Parto agachada é uma posição alternativa ao parto tradicional, com benefícios como facilitar a descida do bebê e diminuir o tempo de trabalho de parto. Contraindicações incluem complicações pré-existentes.

Vantagens do parto de cócoras

O parto de cócoras é uma opção cada vez mais buscada pelas mulheres que desejam um parto mais natural e menos intervencionista. Essa posição, que remonta aos primórdios da humanidade, traz consigo uma série de vantagens para a mãe e para o bebê.

Uma das principais vantagens do parto de cócoras é que a gravidade atua a favor do processo de nascimento. Quando a mulher está em posição vertical, a força da gravidade ajuda a impulsionar o bebê para baixo, facilitando sua passagem pelo canal de parto. Além disso, a posição agachada possibilita uma maior abertura da pelve, proporcionando mais espaço para o bebê se posicionar de forma ideal para o nascimento.

Outro benefício do parto de cócoras é a diminuição do tempo de trabalho de parto. A posição vertical ajuda a acelerar o processo, permitindo que as contrações sejam mais eficientes e as dilatações ocorram de forma mais rápida. Isso contribui para reduzir o tempo de sofrimento fetal e diminuir as chances de complicações.

Além disso, o parto de cócoras também é vantajoso para a mãe. Essa posição favorece a abertura do canal de parto, evitando a necessidade de manobras como episiotomia, o corte realizado no períneo para facilitar a passagem do bebê. Além disso, a posição agachada permite que a mãe se sinta mais ativa e no controle do processo, fortalecendo seu vínculo com o bebê e promovendo uma experiência mais positiva e empoderadora.

Condições para fazer o parto de cócoras

Embora o parto de cócoras traga consigo uma série de benefícios, nem todas as mulheres estão aptas a realizá-lo. É importante levar em consideração algumas condições para que esse tipo de parto seja seguro e adequado.

Em primeiro lugar, é necessário que a gestante tenha uma boa mobilidade e resistência física. A posição de cócoras exige força nas pernas e nos músculos do assoalho pélvico, portanto, mulheres com problemas de saúde ou que apresentem limitações físicas podem encontrar dificuldades nessa posição.

Além disso, é imprescindível que a gestante se sinta confortável e segura para adotar essa posição durante o trabalho de parto. O ambiente deve ser propício para que a mulher se sinta à vontade para se movimentar e adotar a posição de cócoras quando sentir necessidade. A presença de uma equipe qualificada e de um profissional que apoie e respeite as escolhas da gestante também é fundamental.

Quando não é aconselhado

Embora o parto de cócoras seja uma opção segura e benéfica para muitas mulheres, existem alguns casos em que essa posição não é aconselhada.

Mulheres com complicações médicas, como pré-eclâmpsia, placenta prévia ou diabetes descontrolada, por exemplo, podem não ser candidatas ideais para realizar o parto de cócoras. Nessas situações, é necessário avaliar cuidadosamente os riscos e benefícios, podendo ser recomendado um parto em posição mais tradicional.

Além disso, mulheres que tenham passado por cirurgias prévias no assoalho pélvico ou que tenham histórico de lesões ou fragilidade nessa região também devem evitar o parto de cócoras. Nesses casos, é importante conversar com o profissional de saúde e encontrar a posição mais adequada para o parto.

Em suma, o parto de cócoras oferece uma série de vantagens para a mãe e para o bebê, favorecendo o processo de nascimento de forma segura e menos intervencionista. No entanto, é fundamental que a gestante esteja em condições adequadas e que se sintam confortáveis para adotar essa posição durante o trabalho de parto. O diálogo com profissionais de saúde é importante para avaliar os riscos e benefícios conforme cada caso.

Este conteúdo não deve ser usado como consulta médica. Para melhor tratamento, sempre consulte um médico.

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp