Erva-de-passarinho – Struthanthus flexicaulis: Curiosidade sobre a Planta

O que é a erva-de-passarinho?

A Erva-de-passarinho (Struthanthus flexicaulis) é uma planta parasítica encontrada principalmente nas regiões tropicais da América do Sul. Ela pertence à família Loranthaceae e é conhecida por suas propriedades medicinais há séculos. Também é chamada por outros nomes, como erva-de-vidro, cipó-cravo e cipó-tinta.

Descrição e características

A erva-de-passarinho é uma planta trepadeira, que pode chegar a medir entre 1,5 e 2 metros de comprimento. Suas folhas são verde-escuras, opostas e ovaladas, enquanto suas flores são pequenas e esbranquiçadas, agrupadas em inflorescências.

Uma característica marcante dessa planta é a sua capacidade de se fixar em outras árvores, como parasita, por meio das raízes sugadoras chamadas haustórios. Essa relação parasitária permite que a erva-de-passarinho absorva nutrientes e água da planta hospedeira, sem realizar a fotossíntese por si só.

Uso medicinal

A erva-de-passarinho possui diversas propriedades medicinais e é utilizada na medicina popular de diferentes culturas. Suas sementes, folhas e cascas são utilizadas para fazer chás, tinturas e extratos, com o intuito de tratar uma variedade de condições de saúde.

Uma das principais propriedades atribuídas à erva-de-passarinho é a ação estimulante do sistema imunológico, o que contribui para o combate a infecções e redução da fadiga. Além disso, a planta possui propriedades antioxidantes, ajudando a combater o envelhecimento precoce das células.

Outros benefícios associados ao uso da erva-de-passarinho incluem a melhora da circulação sanguínea, auxílio no tratamento da anemia, redução da pressão arterial e alívio de dores reumáticas. Além disso, a planta também pode ser utilizada como anti-inflamatório e diurético, entre outras aplicações.

Modo de preparo e uso

A preparação da erva-de-passarinho varia de acordo com a finalidade desejada. No geral, as partes da planta utilizadas são as folhas e as sementes. Para fazer um chá, por exemplo, é recomendado utilizar cerca de 10 gramas de folhas secas em 1 litro de água fervente. Após a fervura, deve-se deixar a mistura em infusão por aproximadamente 10 minutos antes de coar e beber.

No caso das sementes, costuma-se triturá-las e misturá-las com mel ou água para auxiliar na ingestão. O uso da erva-de-passarinho deve ser feito com acompanhamento de um profissional de saúde, pois cada caso pode demandar uma dosagem específica, levando em consideração a condição de saúde do indivíduo.

É importante ressaltar que a erva-de-passarinho, apesar de suas propriedades medicinais, não é indicada para gestantes, lactantes e pessoas com problemas cardíacos. Além disso, pode ocorrer interação com alguns medicamentos, por isso é fundamental consultar um médico antes de iniciar o uso da planta.

Considerações finais

A erva-de-passarinho, também conhecida como Struthanthus flexicaulis, é uma planta parasítica com diversas propriedades medicinais. Ela é utilizada na medicina popular para combater infecções, melhorar a circulação sanguínea, aliviar dores e auxiliar no tratamento de diversas condições de saúde.

No entanto, é importante salientar que o uso da erva-de-passarinho deve ser feito com cautela e com orientação adequada, já que cada indivíduo pode reagir de forma diferente aos seus componentes. Como em todo tratamento natural, é essencial buscar aconselhamento médico para garantir a segurança e eficácia do uso da planta.


Ficha Técnica

Nome científico: Struthanthus flexicaulis
Common names: Enxerto-de-passarinho, Passarinheiro, Passarinheira, Visgo, Visco
Família: Loranthaceae
Categoria: Medicinal, Plantas Daninhas, Plantas Parasitas
Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
Origem: América do Sul, Brasil
Altura: 4.7 a 6.0 metros
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

Erva de passarinho – Struthanthus flexicaulis Curiosidade sobre a Planta
Foto: Mauricio Mercadante

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Comentários

Mais recentes!

Mais clicados!