Afegãos acomodados em Praia Grande receberão tratamento médico

Não há prazo definido para a permanência dos refugiados na hospedagem

Os cerca de 150 imigrantes afegãos que foram transferidos do Aeroporto de Guarulhos, onde estavam temporariamente para a Colônia de Férias do Sindicato dos Químicos, em Praia Grande (SP), receberão atendimento médico adequado, alimentação e espaço para repouso. Não há prazo definido para a permanência do grupo de refugiados no local. O transporte do grupo teve início na noite dessa sexta-feira (30) e todos foram cadastrados pelo Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur). Entre os transferidos, 35 são crianças e 16 são adolescentes com idades entre 12 e 17 anos.ebcebc

“Após uma série de encontros e negociações, a Secretaria Nacional de Justiça (Senajus), juntamente com seus parceiros, encontrou local adequado para colocar em prática essa ação e retirar o grupo de famílias refugiadas que estavam alojadas de forma precária no aeroporto e que viviam em situação delicada em seu país de origem”, afirmou o assessor da Senajus, Rodrigo Portella, que fez parte da equipe que chegou a Guarulhos na última quarta-feira (28).

A retirada dos afegãos do aeroporto ocorre após surto de sarna entre os imigrantes, um dos fatores que demonstram a precariedade a que estavam sujeitos. A doença, altamente infecciosa, se prolifera rapidamente em locais de má higiene, e foi detectada no dia 21 de junho.

Hospedagem

A Colônia de Férias do Sindicato dos Químicos possui 50 apartamentos com cozinha, fogão, geladeira, microondas, dois beliches, ventilador, banheiro e televisão. Nas áreas comuns há jardim, piscina, uma grande área de convivência, espaço para tratamento de saúde e promoção de refeições.

A transferência foi viabilizada Senajus e ocorreu em parceria com o Acnur, governo de São Paulo, prefeitura de Guarulhos, prefeitura de Praia Grande, Organização Internacional para as Migrações (OIM), Cáritas e outras entidades da sociedade civil.

Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, desde o início da nova gestão a pasta, participa ativamente de medidas que visam amenizar a situação desencadeada no Aeroporto Internacional de Guarulhos, integrando um grupo composto por diversos órgãos e entidades que monitoram o fluxo no aeroporto e apoia, dentro das políticas públicas já estabelecidas, todos os imigrantes que chegam no local.

Além disso, garante um primeiro registro a todos que chegam, seja como solicitantes de refúgio ou como residente por acolhida humanitária. Entre setembro de 2021 e abril deste ano, 11.356 vistos humanitários foram autorizados. Desses, 7.517 foram emitidos. Outras 2.942 autorizações de residência foram concedidas e 603 refugiados reconhecidos.

Afegãos acomodados em Praia Grande receberão tratamento médico
© Isaac Amorim/MJSP

Fonte: Agência Brasil

Sobre o autor da postagem:

Picture of Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp