Semana nacional de museus tem programação especial e gratuita

21ª edição do evento traz o tema “Museus, sustentabilidade e bem-estar” e programação das instituições culturais do Governo de SP

Semana nacional de museus tem programação especial e gratuita

A Semana Nacional de Museus é uma temporada cultural coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), que acontece todo ano em comemoração ao Dia Internacional dos Museus, comemorado no dia 18 de maio. Instituições geridas pela Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo organizaram uma ampla programação, gratuita, para diversos públicos e idades, contemplando a programação da 21ª edição “Museus, sustentabilidade e bem-estar”.

O objetivo é mostrar como os museus podem contribuir para o bem-estar das pessoas de muitas maneiras, incluindo a promoção da saúde mental, a educação e a sensibilização ambiental.

Para compor a programação, o Museu das Culturas Indígenas, localizado na região da Água Branca, realiza encontros com o objetivo de dialogar sobre as diversas abordagens e contribuições que as memórias e museologias indígenas trazem para a promoção do bem-estar e da sustentabilidade planetária, alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU): Saúde e Bem-Estar Global, Ação Climática e Vida na Terra.

No dia 18 de maio, haverá duas rodas de conversa que buscam mostrar como os saberes dos povos originários estão intimamente associados à biodiversidade e a um variado patrimônio cultural, entre às 10h e às 17h.

Contribuindo com a celebração, no dia 17 de maio, das 19h às 21h, a Casa Mário de Andrade, localizada na região da Barra Funda, realizará a atividade “Ações sustentáveis e o futuro dos Museus: museus para que(m)?”, com Marcelo Cardoso de Paiva, doutor em História da Arquitetura e Urbanismo pela FAU – USP. O palestrante pontuará os novos desafios das instituições de memória e sua relação com ações sustentáveis. Os interessados devem se inscrever aqui.

O Museu das Favelas, localizado na região dos Campos Elíseos, participa com a oficina online “Comunicação em Museus: como a produção de conteúdo pode contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)”, ministrada por Priscilla Fenics e Vanderson Santos, coordenadora e analista de comunicação do Museu, no dia 18 de maio, das 15h30 às 18h00, que propõe reflexões sobre a produção de conteúdo promovida por museus nas redes sociais enquanto ferramenta potente para contribuir com a consciência coletiva.

No litoral, o Museu do Café, localizado em Santos, participará da 21ª Semana Nacional de Museus com um conjunto de atividades que propõe experiências relacionadas ao grão. A técnica artística do craquelê, utilizando o café como matéria-prima, será o foco de oficinas ministradas pela artista brasileira Ana Paula Torres.

Nos dias 18 (quinta-feira) e 20 (sábado), as atividades serão voltadas aos adultos, acontecendo, respectivamente, às 15h e às 10h. Já no dia 20, às 13h30, as crianças terão a oportunidade de produzir as obras coloridas e em relevo. As vagas serão limitadas e os interessados devem entrar em contato pelo e-mail inscricao@museudocafe.org.br.

Ainda no dia 20, no Museu do Café, a artista realizará uma performance de pintura ao vivo, a partir das 15h, no Salão do Pregão. Na ocasião, o público poderá presenciar o processo de finalização de uma das obras que fará parte da exposição temporária Cores da Minha Terra, com inauguração confirmada para o dia 27, sábado, às 11h.

Capital

Museu das Culturas Indígenas

Os museus indígenas e as perspectivas do protagonismo dos povos originários na promoção da sustentabilidade planetária
Como parte da programação da 21ª Semana Nacional de Museus do Ibram, a mesa contará com a mediação de Davidson Kaseker e participação de Mário Chagas, Cris Takuá, Angélica Fabbri e Susenalson Kanindé (participação remota).
Formato: Presencial
Data: 18/05
Horário: das 10h às 12h
Inscrição aqui
Mais informações em: https://museudasculturasindigenas.org.br/

Museu das Culturas Indígenas
Museologia indígena, formas de existência e modos de pensar e agir
Formato: Presencial
Data: 18/05
Horário: das 15h às 17h
Inscrição aqui
Mais informações em: https://museudasculturasindigenas.org.br/

Casa Mário de Andrade
Palestra “Ações sustentáveis e o futuro dos Museus: Museus para que(m)?”
Com Marcelo Cardoso de Paiva
Data: Quarta-feira, 17 de maio
Horário: das 19h às 21h
Formato: Online, por meio da plataforma Zoom
Inscrições aqui – Prazo: 17/05
Vagas: 300
Mais informações: https://www.casamariodeandrade.org.br/

Museu das Favelas
“Comunicação em Museus: como a produção de conteúdo pode contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)”
Oficina ministrada por Priscilla Fenics e Vanderson Santos
Data: 18/05
Horário: 15h30 às 18h
Formato: Online, por meio da plataforma Meet
Inscrições aqui
Mais informações: https://www.museudasfavelas.org.br/

Museu da Língua Portuguesa
Falas do Corpo
O projeto visa garantir uma vida mais saudável e promover o bem-estar para todos as pessoas, ampliando o sentido do Museu no território em que está inserido. Será oferecido aula de letramento digital e como utilizar diversos recursos do WhatsApp.
Data: 18 de maio (quinta-feira)
Horário: das 14h às 16h
Formato: presencial
Mais informações em: https://www.museudalinguaportuguesa.org.br/

Memorial da Resistência de São Paulo
Cine Resistência: Tempo de Guavira
A fim de refletir sobre a resistência indígena em defesa do direito e preservação da terra, o Cine Resistência exibe Tempo de Guavira (2021), filme sobre a luta dos Guarani e Kaiowá em favor do meio ambiente, dos direitos humanos e contra a ameaça do agronegócio em áreas tradicionais no sul do Mato Grosso do Sul, região onde vivem mais de 55 mil indígenas, boa parte deles em terras ainda não demarcadas e ameaçadas por ações de despejo e violência. A exibição, gratuita e aberta ao público interessado, contará com a presença do diretor e roteirista Pedro Biava.
Formato: Presencial
Data: 19 de maio
Horário: 15h
Não é necessária inscrição
Mais informações em: http://memorialdaresistenciasp.org.br/

Litoral

Museu do Café
Oficina Experimental: Técnica Craquelê com Café
A artista Ana Paula Torres abordará técnicas do craquelê com café, convidando os participantes a realizar uma viagem interior, emocional e intuitiva, dando origem à obras individuais.
Datas e horários: 18 de maio, às 15h, e 20 de maio, às 10h
Formato: Presencial
Inscrição: inscricao@museudocafe.org.br
Vagas limitadas
Mais informações em: https://www.museudocafe.org.br/

Museu do Café
Oficina Experimental: Técnica Craquelê com Café – Infantil
As crianças produzirão obras coloridas e em relevo, utilizando as técnicas do craquelê com café.
Data: 20 de maio
Horário: 13h30
Formato: Presencial
Inscrição: inscricao@museudocafe.org.br
Vagas limitadas
Mais informações em: https://www.museudocafe.org.br/

Museu do Café
Performance de pintura ao vivo (com a artista Ana Paula Torres)
A artista Ana Paula Torres apresentará ao vivo para os visitantes no Salão do Pregão, a finalização de uma das obras que irá compor a exposição do MC: “Cores da Minha Terra”.
Data: 20 de maio
Horário: 15h
Formato: Presencial
Mais informações em: https://www.museudocafe.org.br/

Museu do Café
Oficina Resíduos Orgânicos, Luxo ou Lixo?
A oficina visa discutir sobre os impactos das ações individuais e coletivas ligadas ao consumo consciente e o desenvolvimento sustentável. A partir dessas noções será disponibilizada matéria-prima para confecção de composteiras domiciliares, sistema de reciclagem ligado aos resíduos orgânicos.
Data: 21 de maio
Horário: 15h
Formato: Presencial
Inscrições aqui
Vagas limitadas
Mais informações em: https://www.museudocafe.org.br/

Fonte: Governo do Estado SP

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp