Governo de SP anuncia revisão de estatísticas criminais de 2022

Decisão foi tomada após "inconsistências" em dados de abril de 2022

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) anunciou que vai criar um grupo de trabalho para rever as estatísticas criminais referentes a todo o ano de 2022. A decisão foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (26).ebcebc

O grupo, formado por representantes da secretaria e das polícias Civil, Militar e Técnico-Científica, deverá apresentar, no prazo máximo de 35 dias, a análise dos dados do ano passado.

A mudança ocorre um dia após a divulgação das estatísticas criminais do estado, que é publicada sempre no dia 25 de cada mês. Nessa divulgação, que é feita há muitos anos, constam dados referentes a roubos, estupros, furtos, homicídios e latrocínios que ocorrem em todo o estado e são sempre comparados aos do mesmo mês do ano anterior. Ou seja, os dados de abril de 2023 são comparados ao mês de abril de 2022.

A mudança também acontece em um momento em que os números do estado vinham apresentando crescimento em comparação ao ano anterior. No último balanço divulgado pela secretaria, por exemplo, referente ao mês de março, havia subido o número de casos de homicídios, estupros, roubos e furtos em todo o estado de São Paulo.

A secretaria não esclareceu se a mudança nas estatísticas decorre desse aumento de casos. Por meio de nota, o órgão apenas informou que a Coordenadoria de Análise e Planejamento da SSP identificou inconsistências em alguns registros criminais referentes ao mês de abril de 2022. “Parte das ocorrências dos roubos e furtos de veículo em diferentes regiões do estado foram registradas equivocadamente em outros indicadores. Estes dados foram revistos e as estatísticas criminais relacionadas a abril de 2023, divulgadas ontem, já trazem os números atualizados”, disse a secretaria.

Indicadores de abril

Antes da correção feita pela secretaria, em abril deste ano, foram registrados 1.126 estupros, um aumento de 14,9% na comparação com igual mês do ano passado (980 casos). Mas, com a correção feita agora pela secretaria, o número de casos de estupros saltou de 980 para 1.013 ocorrências em abril do ano passado. Com isso, na comparação com abril deste ano, essa variação diminuiu de 14,9% para 11,2%.

Já o total de furtos somou 45.232 ocorrências em abril deste ano, queda de 3,7% em relação ao mês de abril de 2022, já com os dados corrigidos. Antes dessa alteração, a secretaria não registrava uma queda, mas um aumento de 1,1% no total de furtos do estado.

No caso específico dos roubos, houve queda de 10,4% na comparação com o mês de abril do ano passado corrigido, somando 18.343 ocorrências. Por sua vez, os latrocínios (roubo seguido de morte) não tiveram quaisquer alterações, somando 16 ocorrências em todas as circunstâncias.

Também não houve alterações nos números de homicídios dolosos (intencionais), que passaram de 230 casos em abril de 2022 para 226 em abril deste ano, variação de 1,7%.

Confira, abaixo, a tabela que foi divulgada pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo onde constam os números referentes a abril de 2023 e os números de abril de 2022 antes da correção e após as alterações feitas pela secretaria.

São Paulo (SP) - Secretaria de Segurança de São Paulo revê estatísticas criminais de 2022 e provoca alteração nos indicadores referentes a abril. Arte: SSP-SP

Arte/SSP-SP

Governo de SP anuncia revisão de estatísticas criminais de 2022
© Rovena Rosa/Agência Brasil

Fonte: Agência Brasil

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp