Governo de São Paulo lança Campanha do Agasalho 2023

Após período crítico da pandemia, iniciativa volta a arrecadar roupas em bom estado para doação

Governo de São Paulo lança Campanha do Agasalho 2023

 

 

O Governo de São Paulo lançou nesta quinta-feira (18) a Campanha do Agasalho 2023 (www.campanhadoagasalho.sp.gov.br). Com o fim da emergência de saúde da pandemia de Covid-19, a iniciativa coordenada pelo Fundo Social de São Paulo vai retomar a arrecadação de roupas e cobertores novos ou usados para doação a pessoas vulneráveis ou em situação de rua durante o período de baixas temperaturas.

“A gente está vendo as temperaturas baixarem e a questão fundamental é a velocidade. Precisamos rapidamente nos mobilizar, arrecadar agasalhos e cobertores e levar para quem precisa”, afirmou o governador Tarcísio de Freitas, durante solenidade no Palácio dos Bandeirantes. “A ação de solidariedade complementa políticas públicas do Estado que, em parcerias com os prefeitos, está disponibilizando vagas em abrigos e acolhimento às pessoas que mais necessitam, tirando pessoas da rua e dando teto”, acrescentou.

A primeira-dama do Estado e presidente do Fundo Social de São Paulo, Cristiane Freitas, destacou a importância da participação da sociedade. “O que está esquecido por nós nos guarda-roupas pode ser muito útil para quem passa frio. A campanha é mais necessária do que nunca, e a participação de São Paulo é fundamental. A sociedade já mostrou o quanto é solidária, generosa e deu exemplo na tragédia que afetou o litoral norte. É importante que todos se mobilizem.”

A cerimônia também foi acompanhada pelos secretários estaduais Guilherme Derrite (Segurança Pública), Samuel Kinoshita (Fazenda e Planejamento), Antonio Junqueira (Agricultura e Abastecimento), Gilberto Nascimento Jr. (Desenvolvimento Social), Marcos da Costa (Pessoa com Deficiência), Cel. Hengel Ricardo Pereira (Casa Militar e Defesa Civil) e Marco Antonio Assalve (Transportes Metropolitano), além de parlamentares estaduais e federais, prefeitos e representantes de entidades sociais e privadas.

Entre 2020 e 2022, a Campanha do Agasalho foi substituída pela ação Inverno Solidário, que se restringiu à arrecadação de itens novos devido ao risco de contaminação das peças usadas durante o período crítico da pandemia. Agora, a arrecadação volta ao modelo tradicional para receber roupas e cobertores em bom estado de uso e conservação. O Fundo Social ressalta que os itens mais requisitados são agasalhos, meias, toucas e luvas. Porém, peças muito velhas, rasgadas e sujas são inviáveis para a campanha.

A partir da próxima segunda-feira (22), o depósito do Fundo Social, no Jaguaré, e outros dez pontos de maior movimento na capital já estarão preparados com caixas de coleta: postos Poupatempo Sé e Lapa, terminais Jabaquara e Diadema da EMTU, estações Santana e Portuguesa do Metrô, estações Brás e Guaianazes da CPTM e unidades da Sabesp nas avenidas do Estado e Santos Dumont.

A expansão gradual para as demais regiões do estado será feita conforme a distribuição das caixas de coleta aos municípios e definição dos pontos de arrecadação em cada cidade.

Outra opção para colaborar é com doações em dinheiro na conta oficial da Campanha do Agasalho no Banco do Brasil. Os dados são: conta corrente nº 19.771-8, agência nº 1897-X, CNPJ/MF nº 44.111.698-0001/98. Também é possível doar pela chave Pix doacoesfussp@sp.gov.br .

O Fundo Social também usará recursos de doações para comprar cerca de 125 mil cobertores. A distribuição dos itens será feita com base em dados do CadÚnico em relação à população em pobreza e extrema pobreza no território paulista.

A partir do próximo dia 29, as cidades começam a receber os cobertores adquiridos pelo Governo de São Paulo para atendimento às famílias mais vulneráveis de cada localidade.

Apoio de empresas

A Campanha do Agasalho 2023 conta com o apoio de empresas como a Klabin, que doou 12 mil caixas de papelão ondulado para arrecadação de roupas e cobertores e a Prodesp – empresa de Tecnologia do Governo do Estado –, responsável pelo desenvolvimento do site oficial da ação.

Os itens recebidos também serão destinados para entidades sociais, entre elas hospitais e centros de acolhida, e os fundos sociais dos municípios paulistas.

Doação de tecidos

A campanha também ganhou reforço de empresários ligados à Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), que estão doando tecidos e aviamentos para produção de agasalhos pelas alunas do curso de Costureiro Avançado do Fundo Social. As peças também serão doadas a pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Fotos: https://www.flickr.com/photos/governosp/albums/72177720308394158

 

Após período crítico da pandemia, iniciativa volta a arrecadar roupas novas e usadas em bom estado para doação a pessoas vulneráveis, entidades sociais e fundos municipais

Fonte: Governo do Estado SP

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp