Força-tarefa intercepta ameaças a escolas feitas por 2 alunos no Rio

Estudantes foram levados à delegacia para prestar esclarecimentos

Dois estudantes da rede municipal de ensino do Rio de Janeiro, suspeitos de fazer ameaças na internet de ataques contra as escolas que frequentam, foram levados nesta quinta-feira (13) à delegacia para prestar esclarecimentos, durante uma operação da Polícia Civil, em conjunto com a prefeitura do Rio. Os alunos, menores de idade, planejavam os atentados usando perfis falsos nas redes sociais. A Secretaria Municipal de Educação (SME) vinha monitorando esses casos desde a última sexta-feira (7).

Durante o feriado de Páscoa, a prefeitura e a secretaria trocaram informações sobre o assunto com as forças de segurança, em um trabalho de inteligência. Desde a primeira notificação de ameaças recebida pela SME, as duas unidades de ensino receberam reforços da Patrulha Escolar da Guarda Municipal do Rio e da Polícia Militar.

A secretaria tem um protocolo para implementação em todas as 1.549 escolas nas situações de ameaças à comunidade escolar. O procedimento adotado nesses casos de ameaças que circulam na internet é que sejam reportados pelas equipes da SME para a Polícia Civil e para o Laboratório de Operações Cibernéticas (CiberLab) da Diretoria de Operações Integradas e Inteligência do Ministério da Justiça. A partir daí, uma investigação é iniciada.

“Qualquer circunstância que represente uma grave ameaça para nossos alunos, professores e para a comunidade escolar com um todo terá uma forte reação da nossa parte. Não desejamos de forma alguma que alunos sejam apreendidos, mas, de acordo com a gravidade de cada situação, as medidas cabíveis serão tomadas. Garantir a segurança e a integridade dos nossos alunos e profissionais é a prioridade máxima da prefeitura”, disse o secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha.

O Núcleo Interdisciplinar de Apoio às Unidades Escolares (Niap), da secretaria, foi acionado para oferecer suporte psicológico para esses alunos. “Queremos lembrar aos nossos alunos que eles podem contar com nosso apoio e acolhimento socioemocional neste momento. Conversem com seus professores, com a sua escola, peça ajuda se estiver precisando. Existe uma rede de amparo e nossos alunos precisam saber que estamos aqui”, destacou Ferreirinha.

Pelas redes sociais, o prefeito Eduardo Paes comentou o caso. “A prefeitura do Rio, com forças de segurança do Estado, interceptou ameaças de violência feitas por 2 alunos da rede municipal de ensino. Eles foram levados à delegacia. Desde os ataques em Blumenau e São Paulo, criamos uma força-tarefa com Polícias Civil e Militar e Ministério da Justiça”.

Atenção

A Prefeitura do Rio, c/ forças de segurança do Estado, interceptou ameaças de violência feitas por 2 alunos da rede municipal. Eles foram levados à delegacia. Desde os ataques em Blumenau e São Paulo, criamos uma força-tarefa com Polícias Civil e Militar e Min da…

— Eduardo Paes (@eduardopaes) April 13, 2023

Segundo Paes, a força-tarefa vem atuando, de forma sigilosa, com o objetivo de antecipar casos de violência e evitar que ameaças sejam levadas adiante. “As equipes recebem eventuais informações dos nossos profissionais da Educação e atuam com inteligência nas redes sociais”, ressaltou.

“Neste caso, os menores usavam perfis falsos para divulgar ameaças e promover pânico. Os dois já começaram a ser ouvidos pela Polícia Civil. As escolas devem ser locais de proteção e acolhimento. A segurança dos nossos alunos e educadores é minha prioridade absoluta”, acrescentou Paes.

Como denunciar

Denúncias sobre ameaças de ataques podem ser feitas ao canal Escola Segura, criado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, em parceria com SaferNet Brasil. As informações enviadas ao canal serão mantidas sob sigilo e não há identificação do denunciante.

Acesse o site para fazer uma denúncia. Em caso de emergência, a orientação é ligar para o 190 ou para a delegacia de polícia mais próxima.

Força-tarefa intercepta ameaças a escolas feitas por 2 alunos no Rio

Fonte: Agência Brasil

Sobre o autor da postagem:

Picture of Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp