Estado conclui capacitação em Libras de 22,3 mil pessoas de 136 municípios paulistas

Professores surdos ensinam a Língua Brasileira de Sinais a alunos ouvintes de maneira prática e interativa

Estado conclui capacitação em Libras de 22,3 mil pessoas de 136 municípios paulistas

O Governo de SP através da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, já qualificou 22,3 mil pessoas de 136 municípios paulistas na Língua Brasileira de Sinais (Libras) através do Curso de Libras, que é online e gratuito.

Voltado às pessoas com e sem deficiência, quatro professores surdos ensinam os alunos sobre a identidade e cultura surda, o alfabeto, sinais pessoais, cumprimentos e saudações, gramática, entre outros tópicos.

O curso foi criado em 2019 e as aulas são ministradas via plataforma Zoom, em parceria com o Centro de Tecnologia e Inovação (CTI). São 10 aulas para a turma do período noturno, que acontece durante a semana, e sete aulas para a turma de sábado.

A carga horária é de 40 horas, divididas em 30 horas de aulas ao vivo e 10 horas extras desenvolvidas ao longo do curso. Para obter o certificado de participação é necessário ter frequência mínima de 75% das aulas ao vivo, e atingir média final 5,0 ou superior.

“Os cursos de Libras são importantes porque fomentam a inclusão dos surdos do Estado e os inserem na sociedade. Nosso foco é minimizar as barreiras comunicacionais que estas pessoas ainda encontram”, destaca o coordenador do programa e intérprete de Libras, Edilson de Andrade.

No geral, o conteúdo programático do curso aborda os seguintes temas: O que é libras; Identidade surda; Cultura surda; Comunicação: surdo x ouvinte; Regionalismos na libras; Sistema de notação da libras; Alfabeto manual; Sinais pessoais; Cumprimentos/saudações; Condições climáticas; Advérbios de tempo e calendário; Singular e plural; Animais; Expressões faciais; Materiais escolares e de escritório; Pronomes pessoais, possessivos, demonstrativos e interrogativos; Números: cardinais e quantidades; Dias da semana; Família; Sentimentos; Horas/duração; Ambientes da residência; Localidades; Direção/perspectiva; Meios de transporte; Profissões; Documentos; Verbos; Configurações de mão.

As inscrições abrem mensalmente e são divulgadas nas redes sociais e no site da Secretaria (pessoacomdeficiencia.sp.gov.br/).

Os cursos de Libras beneficiam as mais de 492,9 mil pessoas com deficiência auditiva que vivem no Estado de São Paulo, de acordo com índices da Base de Dados dos Direitos da Pessoa com Deficiência (www.basededadosdeficiencia.sp.gov.br).

Dia Nacional da Língua Brasileira de Sinais

O dia 24 de abril marca a data em que a Língua Brasileira de Sinais como meio legal de comunicação e expressão foi oficialmente reconhecida por meio da regulamentação da Lei nº 10.436, de 2002, por isso o tema é comemorado nessa data.

Libras não é uma linguagem, mas uma língua, já que dispõe de léxico (conjunto de palavras) e gramática (regras) próprias. De acordo com a lei que a oficializou, Libras possui o mesmo status linguístico que o português.

Fonte: Governo do Estado SP

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp