100 dias de gestão: SP cria coalizões empresariais para desenvolvimento regional

Governo de SP já criou ações para fortalecer regiões de São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Baixada Santista, Campinas, Sorocaba e Franca

100 dias de gestão: SP cria coalizões empresariais para desenvolvimento regional

O Governo de SP criou seis coalizões empresariais no interior do estado com o objetivo de fortalecer as vocações de cada região administrativa e equilibrar o Produto Interno Bruto (PIB). Durante os primeiros 100 dias de gestão, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico realizou encontros nas regiões de São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Baixada Santista, Campinas, Sorocaba e Franca.

A previsão é que até agosto todas as regiões sejam contempladas. Outras importantes medidas, como acordos de reindustrialização e programas de capacitação profissional, foram adotadas nesses primeiros meses.

As coalizões empresariais visam reunir o setor empresarial e lideranças locais para discutir e viabilizar medidas que estimulem a cadeia produtiva, de acordo com as características de cada região administrativa. Dessa forma, além das grandes indústrias, o empreendedorismo e os médios e pequenos negócios também podem ser beneficiados, gerando emprego e renda para as cidades.

Os grupos formados nas coalizões vão elaborar propostas de fomento às economias locais, com o objetivo de atrair investidores, além de identificar a necessidade de cada região ou polo industrial para ofertar capacitação profissional à população.

Nova Indústria
Uma das ações realizadas para a reindustrialização do Estado é o acordo de cooperação com o Movimento Brasil Competitivo (MBC), que une esforços e promove a redução do chamado “Custo São Paulo”, aumentando a competitividade das empresas paulistas. Outra medida recente foi a criação do Conselho de Desenvolvimento da Indústria, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Segundo o secretário Jorge Lima, para mover a alavanca do desenvolvimento foram necessárias também mudanças nas diretrizes das vinculadas da pasta: InvestSP, DesenvolveSP e Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp). A primeira atua como agência de inteligência para atração de investimentos, tanto no “in” como no “out”, nas trilhas prioritárias da SDE, como transição energética, nova industrialização e economia circular, sem deixar de lado a prospecção de novos negócios e parcerias.

A Desenvolve SP também contou com reformulações e novos objetivos traçados na transformação tecnológica e digital, revisão de produtos, gestão de fundos, captação, facilidade na concessão de crédito. Por fim, a Jucesp passa por um processo de digitalização e inclusão de novos serviços para desburocratizar o processo de abertura de empresas.

Capacitação
A capacitação profissional é outro foco do Desenvolvimento Econômico, tanto que lançou em março o Qualifica SP, programa inédito com 123 mil vagas em cursos na área de tecnologia da informação para toda população do estado, inclusive com vagas exclusivas para mulheres e PcDs e preferenciais para o público negro. Ao final do curso, feito de forma remota, os concluintes terão a oportunidade de concorrer a vagas de trabalho e estágio em empresas parceiras.

100 dias
Na próxima segunda-feira (10), a atual gestão do Governo de SP completa 100 dias de trabalho. Um fator de destaque é o foco no que a atual gestão do governador Tarcísio de Freitas tem dado para o diálogo com todas as esferas de poder e sociedade civil, alinhada com a premissa de que São Paulo são todos. O governo apresenta como prioridade as diretrizes dos eixos da dignidade, do desenvolvimento e do diálogo, chamado governo 3D.

Fonte: Governo do Estado SP

Sobre o autor da postagem:

Picture of Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp