100 dias de gestão: Governo de SP prende 540 criminosos e infratores por dia em SP

SSP inicia 1º trimestre com mais de 49 mil presos e aumento de produtividade policial; 5 mil novas pistolas são entregues para Polícia Civil

100 dias de gestão: Governo de SP prende 540 criminosos e infratores por dia em SP

A Secretaria de Segurança Pública, nos 100 primeiros dias da gestão, aumentou o índice de produtividade policial no combate ao crime no Estado. O balanço da SSP aponta que nos três primeiros meses de governo, mais de 49 mil infratores foram presos, o que representa uma média de mais de 540 presos por dia. Ou seja, a polícia prendeu ou apreendeu cerca de 13% a mais suspeitos do que no mesmo período de 2022.

A Operação Impacto, da Polícia Militar, colocou 17 mil policiais nas ruas e colaborou para a alta nos índices de produtividade, como na apreensão de drogas e armas. Também nesses primeiros 100 dias, foram retiradas mais de 3 mil armas de fogo das mãos de criminosos, um aumento de 20% se comparado ao mesmo período de 2022.

Na Operação Adaga, a SSP prendeu 1.089 foragidos da Justiça. A operação contribuiu para o Carnaval mais seguro dos últimos anos, com a diminuição de cerca de 36% nos números de celulares roubados ou furtados em comparação ao Carnaval de 2020. Além da redução dos crimes, foram feitos 595 registros de boletins de ocorrência com celulares recuperados e devolvidos para as vítimas nesta gestão.

A SSP também registrou aumento no número de apreensões de drogas, com uma média de quase 500 quilos por dia no Estado. A integração entre as polícias civil e militar resultou em resolução de crimes e na identificação de criminosos. Nos primeiros três meses, cerca de 137 veículos foram recuperados por dia, o que representa cerca de 20% a mais do que no mesmo período de 2022.

Desde o início do ano, 58 sequestradores foram presos. Foram 20 casos atendidos, sendo 16 esclarecidos, com 80% de índice de esclarecimento. No ano passado, foi uma média de 9,6 casos por mês, em comparação a este ano a redução é de 31,2%.

Novas pistolas
O Governo de São Paulo também entregou 5.000 pistolas semiautomáticas 9mm da marca Glock para equipar a Polícia Civil. O investimento estadual foi de R$ 9,4 milhões nesta primeira entrega da atual gestão.

Este é mais um passo que o Governo dá para aprimorar o trabalho policial com armamento de qualidade e alta eficiência no mercado internacional. A Polícia Civil agora distribuirá esse armamento entre as unidades de todas as regiões do estado. Ainda neste semestre a Polícia Civil receberá mais de 400 fuzis calibre 5,56mm, com investimento previsto de mais de R$ 8 milhões.

Policiais nas ruas
Em paralelo à realização de concursos públicos, estão em discussão projetos para aumentar o contingente de policiais nas ruas. Um dos projetos prevê a recontratação de veteranos para atividades administrativas, liberando para as ruas policiais que hoje ocupam essas atividades. Também está em estudo o projeto que concede ao policial o direito de vender a licença-prêmio, o que pode gerar um aumento de 5 mil policiais nas ruas.

Inteligência e dados
Diante de uma nova modalidade criminosa, o chamado “golpe do amor”, quando uma extorsão mediante sequestro começa com uma abordagem em um aplicativo de relacionamentos, as polícias precisaram pensar em novas formas de atuação. O Governo de SP, por meio da Secretaria de Segurança Pública, criou o Comitê de Formulação de Política Pública Integrada para o enfrentamento e controle de sequestros com o uso de aplicativos digitais e PIX, pois constatou-se que que cerca de 70% dos sequestros que utilizam o PIX como método de extorsão começam com os aplicativos de relacionamento.

No interior do Estado ocorreu prisões de líderes de crimes similares na região de Santos e Cubatão que reduziu, consideravelmente, a incidência de novas ocorrências. O comitê é formado por representantes das polícias Civil e Militar, além do Instituto de Criminalística e de 14 instituições bancárias. Atualmente, se reúnem semanalmente para formular Protocolo de Operações e Ações Integradas de boas práticas no enfrentamento destas ocorrências. O objetivo é criar resoluções e até propor alterações legislativas que contribuam na mitigação dos casos.

A Secretaria de Segurança Pública também realizou uma proposta de reajuste salarial para a categoria, que está em análise pela Secretaria da Fazenda e deve ser apresentada na Assembleia Legislativa nesta primeira quinzena de abril.

100 dias
Na próxima segunda-feira (10), a atual gestão do Governo de SP completa 100 dias de trabalho. Um fator de destaque é o foco no que a atual gestão do governador Tarcísio de Freitas tem dado para o diálogo com todas as esferas de poder e sociedade civil, alinhada com a premissa de que São Paulo são todos. O governo apresenta como prioridade as diretrizes dos eixos da dignidade, do desenvolvimento e do diálogo, chamado governo 3D.

Fonte: Governo do Estado SP

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp