Bolsa sobe mais de 1% impulsionada por Itaú Unibanco; dólar chega a R$ 5,22

Autor: ANA PAULA BRANCO E RENATO CARVALHO / FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLAHPRESS) – A Bolsa está em alta nesta quarta-feira (8), impulsionada pelas ações dos bancos, especialmente do Itaú Unibanco, que nesta terça-feira (7) anunciou seus resultados referentes ao quarto trimestre de 2022. O dólar também registra alta, superando o patamar de R$ 5,20.

Perto das 12h35 (horário de Brasília), o Ibovespa tinha alta de 0,87%, a 108.769 pontos. O dólar comercial à vista subia 0,44%, a R$ 5,222.

Os juros apontam uma tendência de queda. Os contratos com vencimento em 2024 recuavam de 13,66% do fechamento desta terça-feira para 13,63%. No vencimento em 2025, as taxas passavam de 13,10% para 13,04%. No vencimento em 2027, a taxa estava praticamente estável, passando de 13,10% para 13,11%.

O grande destaque do mercado nesta quarta-feira fica com os banco, depois que o Itaú Unibanco divulgou seus números e promoveu uma entrevista coletiva com o presidente da instituição, Milton Maluhy Filho, e o diretor financeiro, Alexsandro Broedel.

Um dos pontos positivos levantados por analistas foi a decisão do Itaú de provisionar 100% dos créditos concedidos para a Americanas. Ou seja, o banco já separou recursos suficientes para cobrir seu capital caso a varejista não pague suas dívidas.

Os analistas Renan Manda e Matheus Guimarães, da XP Investimentos, ressaltam que com essa decisão, os balanços de 2023 do Itaú ficam completamente livres do efeito Americanas.

“Esse revés momentâneo, que correspondeu a menos de 10% do lucro líquido, pressionou a rentabilidade do Itaú para 19,3%, que vemos como ainda positivo e com tendência de recuperação nos próximos trimestres”, dizem os analistas da XP.

O dólar em alta é reflexo da continuidade das tensões provocadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com críticas ao Banco Central, comandado por Roberto Campos Neto.

Nesta quarta, Lula afirmou que não “tem que pedir licença para governar” e que seu objetivo é melhorar a vida da população.

Os índices de ações de Wall Street abriram em baixa nesta quarta-feira, com investidores preocupados com o fato de o Federal Reserve continuar elevando os juros este ano, enquanto a Microsoft subia depois de apresentar seus planos para inteligência artificial.

Um dirigente do Fed, banco central dos Estados Unidos, disse nesta quarta-feira que ainda há muitas incertezas sobre o cenário para a inflação no país, segundo a agência Bloomberg. Ele acrescentou que, a depender do comportamento dos indicadores nos próximos meses, a alta dos juros pode acontecer em ritmo maior que o de 0,25 ponto adotado na última reunião.

Às 12h35 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,32%, enquanto S&P 500 e Nasdaq recuavam 0,22% e 1,14%, respectivamente.

Sobre o autor da postagem:

Conexão Jornalismo

Conexão Jornalismo

Com a Missão de levar notícia e informação para os leitores, a Conexão Jornalismo trabalha com as melhores fontes de notícias e os melhores redatores.

Fique por dentro:

nos siga no google news

Compartilhe:

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn
WhatsApp