• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20180820 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

Funcionário do Mais Você é assassinado no Rio - vídeo
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 08 de Agosto de 2018

"Chandler Bing", de Friends, é internado às pressas nos EUA

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > todas as notícias

Todas as notícias

 

Sexta-feira, 02 de Fevereiro de 2018

Herói dos golpistas, Sérgio Moro explica o auxílio-moradia que embolsa mensalmente

Da Redação

O auxílio-moradia pró-Moro é um escárnio contra a população pobre
O auxílio-moradia pró-Moro é um escárnio contra a população pobre

Você, trabalhador, está há muito tempo sem reajuste, certo? E o que faz? Muitos recorrem a empréstimos. Outros tentam compensar a necessidade financeira fazendo horas extras ou até bicos nas horas vagas. Já o juiz Sérgio Moro, e outros 17 mil magistrados do país, simplesmente recebem um valor para lá de considerável para somar ao salário de mais de R$ 33 mil. Tem direito a R$ 4.378, uma soma chamada "auxílio-moradia", que é incorporada ao salário. E isso, segundo disse Moro, o herói do processo golpista que demole a estrutura política e econômica do país, para compensar a falta de reajuste salarial. Mas o que ele esquece é que quem paga este valor extraordinário somos nós, os contribuintes.


Hoje, conforme publicado em Conexão Jornalismo, foi divulgado que Sérgio Moro é dono de um triplex em Curitiba. O imóvel, cujo custo oficial seria assustadoramente baixo (460 mil reais), não impede que Moro receba o benefício - embora devesse. Como alguém pode receber um valor que teoricamente serviria para pagar aluguel ou um hotel, se ele já tem imóvel próprio? Eis o flagrante da imoralidade.

Mas você, cidadão, que assiste a tudo isso e se sente sem ferramentas para reagir, deve saber que não é o único benefício de Moro. Ele acrescenta ao ganho especial, o auxílio-alimentação de R$ 884. Com isso as indenizações totalizam R$ 5.262 por mês.

leia aqui:
Moro é dono de triplex e recebe auxílio-moradia
Apartamento de Marcelo Bretas foi digno de reportagem de arquitetura de interiores

Uma evidência diante do que disse Sérgio Moro é que o desrespeito ao teto salarial do funcionalismo é algo proposital. Afinal, o recurso usado burla o teto.

O parlamentar do PT paulista, Carlos Zarattini, pediu ao procurador Deltan Dallagnol que investigue a compra do imóvel pelo magistrado. A bancada do PT, no final da tarde de sexta-feira (2) também decidiu entrar no STF contestando o valor subfaturado do triplex onde reside Sérgio Moro. De acordo com o parlamentar, Moro declarou abaixo seu apartamento do valor de mercado. "Moro comprou um ap de 256m2 pelo preço de um Minha Casa Minha Vida faixa 2. Vamos investigar Dallagnol?", questionou; em junho de 2002, o juiz federal do TRF-4 Márcio Antonio Rocha vendeu o apartamento para Moro por R$ 173 mil.

É evidente o desgaste que os magistrados do país experimentam por conta do auxílio que embutiram ao salário, mas o que é fato é que o Capítulo V do Código de Ética da Magistratura, que trata da Integridade Pessoal e Profissional, seria suficiente para que a medida fosse revogada:




Art. 15. A integridade de conduta do magistrado fora do âmbito estrito da atividade jurisdicional contribui para uma fundada confiança dos cidadãos na judicatura.

Art. 16. O magistrado deve comportar-se na vida privada de modo a dignificar a função, cônscio de que o exercício da atividade jurisdicional impõe restrições e exigências pessoais distintas das acometidas aos cidadãos em geral.

Art. 17.É dever do magistrado recusar benefícios ou vantagens de ente público, de empresa privada ou de pessoa física que possam comprometer sua independência funcional.

Art. 18. Ao magistrado é vedado usar para fins privados, sem autorização, os bens públicos ou os meios disponibilizados para o exercício de suas funções.

Art. 19. Cumpre ao magistrado adotar as medidas necessárias para evitar que possa surgir qualquer dúvida razoável sobre a legitimidade de suas receitas e de sua situação econômico-patrimonial.

Para ler o Código de Ética integralmente clique aqui

 

Veja também:

>> TSE intima Huck por propaganda política antecipada

>> E Carlos Manga sai do cardápio do La Fiorentina e abre espaço para Léo Jaime

>> Filho de Fidel Castro teria cometido suicídio

>> 90 refugiados estão desaparecidos após naufrágio no mar da Líbia

>> Moro é dono de triplex (opa!) e recebe auxílio-moradia

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Herói dos golpistas, Sérgio Moro explica o auxílio-moradia que embolsa mensalmente
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!