• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20200407 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Sexta-feira, 03 de Abril de 2020

Gabriela Prioli terá programa no horário nobre da CNN Brasil
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > todas as notícias

Todas as notícias

 

Sexta-feira, 03 de Outubro de 2014

Botafogo retira Sheik e mais três do time para recuperar moral

Da Redação

A crise financeira que se instalou no Botafogo e fez quatro vítimas no elenco (Emerson Sheik, Bolívar, Júlio César e Edilson)não atinge apenas o presidente ou funcionários. Ela já ameaça entrar também nas vias de fato, conforme a polícia costuma falar de casas de brigas braçais. Dois dos mais importantes dirigentes do clube já foram ameaçados de surra por alguns jogadores insatisfeitos com os atrasos salariais.

Apesar disso, o presidente Maurício Assumpção vinha se mantendo afastado do elenco até o dia de ontem, quando tomou a medida extrema que você lê a partir de agora:



A sexta-feira do Botafogo era para ser de tranquilidade antes da viagem para Salvador, onde a equipe enfrenta o Vitória, neste sábado, às 16h20 (de Brasília). Mas o treino recreativo no campo anexo do Engenhão foi apenas um pano de fundo para uma crise muito maior. Emerson, Bolívar, Edilson e Julio Cesar, quatro dos principais jogadores e líderes do elenco, foram afastados por causa de divergências com a diretoria. Em seguida, o presidente do clube, Maurício Assumpção, anunciou a rescisão de contrato dos jogadores.

- Vinha amadurecendo a ideia e ontem (quinta-feira) comuniquei a algumas pessoas próximas que tomaria esta decisão. No fim do dia, liguei para o (gerente de futebol, Wilson) Gottardo e falei que não era uma ingerência, mas sim uma decisão que o presidente está tomando - disse Assumpção, justificando que problemas financeiras não são uma exclusividade do Alvinegro. - Nas últimas semanas tenho ouvido situações parecidas em outros clubes. Mas o Botafogo parece ser o único com coisas erradas. Estava servindo de desculpa para alguns, e alguma coisa precisava ser feita.

Estudo diz que Bota precisa de R$ 65 mi para ficar em dia até o fim do ano
Ex-gerente diz que caos financeiro foi decisivo para saída do Botafogo
Empresa de familiares de Assumpção recebe 5% de patrocínio do Botafogo
Assumpção rebate críticas de Sidnei Loureiro e assume responsabilidades
No pronunciamento, Assumpção disse ainda que o técnico Vagner Mancini chegou a colocar seu cargo à disposição, mas ele não aceitou. Bolívar, Julio Cesar e Edilson chegaram a ir para o campo. Depois, receberam a notícia de Gottardo e do técnico Vagner Mancini. Eles se mostraram revoltados com gestos ríspidos: o lateral-esquerdo atirou o copo d'água no chão, e o zagueiro falou com o dedo em riste.

Edilson, que se recupera de problemas na coxa e no púbis, chegou a correr em volta do gramado. Emerson foi o último a chegar ao campo, onde ficou apenas cerca de cinco minutos. Logo voltou para o vestiário com os demais afastados.

Os jogadores demitidos não falarão à imprensa, por enquanto. A tendência é que haja uma entrevista coletiva dos quatro para falar sobre a saída.
É neste clima que o Botafogo enfrenta o Vitória neste sábado, às 16h20, no Barradão. O Alvinegro está em 17º lugar no Brasileiro, na zona de rebaixamento, com 26 pontos.

Novo capítulo de uma crise sem fim



O Botafogo convive com atraso de salários desde o início do ano, graças à penhora de todas as receitas alvinegras pela fazenda e pelo TRT. O clube foi excluído do Ato Trabalhista em 2013 e, desde então, vem lutando para ser reintegrado - no orçamento para 2014 constava premiações referentes a uma ida à decisão da Taça Libertadores, mas a equipe foi eliminada na primeira fase. Daí em diante a crise foi ficando cada vez pior.

No início de abril, logo depois da queda na competição sul-americana, a diretoria anunciou a dispensa de Bolívar, considerado líder de um movimento que fez os jogadores, em protesto pelos atrasos, não se concentrassem antes das partidas. Os jogadores se uniram e garantiram a permanência no zagueiro. Já no Campeonato Brasileiro, a equipe entrou em campo para o clássico contra o Flamengo, no Maracanã, com uma faixa em alusão aos problemas financeiras, situação que causou mal-estar na diretoria.

No fim de agosto, o lateral-direito Lucas entrou na Justiça para pedir a rescisão de seu contrato, protegido pelos três meses de salário e depósitos de FGTS atrasados, e teve o pedido atendido. Uma comissão de notáveis, formada por torcedores ilustres, mas que optaram pelo anonimato, decidiu ajudar colocando em dia os direitos de imagem. O ambiente melhorou, mas não por muito tempo. Houve novos atrasos destes mesmos valores.

Hoje o Alvinegro está às vésperas de completar três meses de salário em carteira e sete de direitos de imagem. Após a derrota para o Grêmio, semana passada, o goleiro Jefferson, capitão da equipe, reclamou publicamente do abandono da diretoria, afirmando que jogadores, comissão técnica e torcida estavam sozinhos na briga para evitar o rebaixamento à Segunda Divisão. Houve também insatisfação do elenco ao saber que Mauricio Assumpção comemorara no fim de semana seu aniversário num sítio particular, e o presidente rebateu as críticas.

 

Veja também:

>> Amigos visitam 19 países em um só dia e quebram recorde mundial

>> União Europeia autoriza compra do WhatsApp pelo Facebook

>> Presidente da Ferrari revela negociações sobre futuro de Alonso

>> Ninguém encarna melhor o efeito sanfona do que Geyse Arruda

>> Cantor Avicii comenta problema de saúde: 'Eu precisava tirar um descanso'

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Botafogo retira Sheik e mais três do time para recuperar moral
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!