• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20180919 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

O avanço de Haddad e as caras de culatra na Globonews
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Quinta-feira, 19 de Abril de 2018

TVs do Reino Unido revelam caso de mulher que escravizava namorado

Da Redação - com agências

Alex e Jordan: jovem casal construiu a relação na base da tortura física e psicológica
Alex e Jordan: jovem casal construiu a relação na base da tortura física e psicológica

Humilhação, maus tratos e opressão. O relacionamento estabelecido entre o jovem casal britânico se consolidou de forma perversa em algo para lá de inacreditável. Alex Skeel, de 22 anos, aceitou a maneira de relacionamento ditado pela namorada, Jordan Worth, da mesma idade, que consistia em agressão física, humilhação, escravização psicológica e emocional. Maus tratos físicos eram impostos a ele, segundo revelaram médicos ao libertá-lo de um cativeiro onde estava há dias. E ali, onde levava surras com golpes de martelo, morreria em dez dias, no máximo. Foi salvo por um vizinho, atento, que chamou a polícia ao ouvir seus gritos.


Sua namorada, Jordan Worth, também de 22 anos, foi condenada a sete anos e meio de prisão. Ela, após deixar o subterrâneo mental em que se enclausuraram, se declarou culpada de lesão corporal grave e controle coercitivo.

O caso é a primeira condenção por controle coercitivo no Reino Unido em que o culpado é uma mulher, segundo a polícia de Bedfordshire. Alex vem recebendo apoio de outras vítimas de relacionamentos abusivos para falar sobre o assunto.

Namoro de adolescentes

O casal se conheceu na escola, em 2012. Tinham 16 anos e, segundo revelaram promotores do caso, desde o início, Jordan tinha controle sobre Alex, decidindo que roupas ele deveria usar e atacando-o fisicamente.

Nos nove últimos meses do seu relacionamento, ela o machucou diversas vezes - ao ponto de ele precisar ir para o hospital. O abuso terminou no ano passado, quando um vizinho chamou a polícia após ouvir gritos na residência do casal.

Vida social aparentemente normal
Vida social aparentemente normal  
Os paramédicos notaram que a mão do jovem estava machucada e que ele tinha queimaduras nos braços e pernas que tinham sido "tratadas" em casa - ele as cobria com filme plástico. Alex disse que a namorada não deixou que ele procurasse tratamento médico. "Os médicos me disseram que eu estava a 10 dias da morte", disse Alex.


Jordan quebrou todos os celulares do namorado para que ele não conseguisse falar com os amigos ou com a família.

Ele afirmou que, certa vez, Jordan disse que a mãe dele havia recebido uma mensagem que informava que o avô dele havia morrido.

Depois de observá-lo chorar por duas horas, ela então disse que na verdade o avô dele estava vivo - e na sequência o humilhou e criticou por ele se importar com a família.

Em outra ocasião, ele acordou e descobriu que Jordan tinha acertado sua cabeça com uma garrafa de cerveja. Depois ela o perseguiu e acertou suas mãos e seu rosto com um martelo.

O detetive responsável pela investigação do caso, Jerry Waite, disse que o controle coercitivo é algo sutil. "A vítima pode não perceber imediatamente que está sofrendo um abuso... (a situação) pode terminar em violência. Desde que o caso foi descoberto pela polícia, Alex passou por diversas operações - nas mãos, na cabeça e até no cérebro.

"Você recupera sua humanidade quando consegue colocar para fora (o abuso que sofreu). Você só melhora se conseguir falar sobre o assunto", disse ele. A Justiça também determinou um ordem de restrição contra Jordan - ele não pode se aproximar ou tentar contatar Alex por um período indeterminado.

 

Veja também:

>> Lula é retratado em "Quarto", de Van Gogh

>> Requião: proibição de juíza a visita em Curitiba afronta a Constituição

>> Defensor de bandidos X Defensor da Polícia bandida. Qual o Rio que queremos?

>> Juíza não autoriza visita de Perez Esquivel a Lula

>> Desembargadora pede desculpas para professora com down e cita Marielle e Jean Wyllys

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
TVs do Reino Unido revelam caso de mulher que escravizava namorado
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!