• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20180618 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Sexta-feira, 15 de Junho de 2018

Daquelas coisas inacreditáveis que ocorrem na música: Courtney Hadwin

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Sábado, 06 de Maio de 2017

Tá explicado porque Moro alterou a data do depoimento de Lula

Por Fábio Lau

Dia três, último, teria sido o depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro, certo? Certo. Mas não aconteceu porque Sérgio Moro, ao ouvir a Polícia Federal, entendeu que seria melhor desmarcar porque havia risco de embate entre manifestantes na porta da Justiça Federal de Curitiba, certo? Errado. O embate vai acontecer ali ou em qualquer lugar. Além disso, marcado há meses, houve tempo suficiente para a mudança do esquema de segurança. O que aconteceu então? Moro precisava de alguém que lhe desse convicções de que as provas poderão ser dispensáveis caso pretenda protagonizar aquilo que a direita sonha, aspira, respira e inspira: a prisão de Lula. Certo? Certo.



Errado, portanto, pensar que a decisão de Moro será fácil. Não será. Quando recorre a um cara, o ex-diretor da Petrobras, Renato Duque, e transforma um monte de blá, blá, blá em delação premiada, depois de ter dispensado tantas aparentemente mais consistentes, como ocorreu recentemente com a proposta de Antonio Palocci, Moro demonstra que está aflito para encontrar Lula e frustrar a plateia. Na Globo, onde há dois anos foi premiado com o título "Faz a Diferença", a aposta de que o "Menino da Ilha do Mel" fará bonito é total.

Mas, mesmo a serviço, Duque deu duas deixas que Moro não alcançou. De que o esquemão na Petrobras era anterior a Lula - Moro não ouviu? - E outra: quando diz que Lula sabia de tudo contradiz outros depoimentos tornados importantes por Moro. O de que Lula jamais foi interlocutor de executivos da Petrobras. Teria sido justamente de Duque? Quem acredita nisso?

Mas eis que, sem base para comprovar que Lula era dono de um triplex e ainda mais do sítio em Atibaia, restou-lhe o Grão Duque.

Lula pediu que o depoimento do dia 10 seja gravado. Vai dar show. Não pediu para filmar para fazer a cara de um ouvidor - e nem tem vocação para isso. O embate será forte, claro.

Moro, que tem atravessado para sites amigos gravações clandestinas de depoimentos, o último foi o "Antagonista", de Diogo Mainardi, está há dias com dois balaços no colete. O último foi a decisão do TRF de desobrigar Lula a acompanhar 87 depoimentos.

O outro, anterior, foi quando o STF entendeu que Dirceu não deveria permanecer preso aguardando que Moro desmanche o penteado - o que pode consumir o resto de vida do ex-deputado que espera ter alguns dias que lhe restam ao lado da filha pequena.

A vida anda tensa lá pelas bandas de Curitiba, certo? Certo.

Mas Moro não vê a hora do dia 10 chegar, certo? Errado.

 

Veja também:

>> Papo cabeça de Mujica com Bial quebra a monotonia da Globo

>> Roger Flores, o dono da banca no Sportv, criticou Juca Kfouri ao vivo

>> Almir Guineto, o homem que teve música tocada na lua, morre aos 70 anos

>> Terapia do som - uma escuta celular

>> Flávio Migliaccio sobe ao palco para conversar com Deus

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Tá explicado porque Moro alterou a data do depoimento de Lula
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!