• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20171123 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Funcionários do SBT cancelam festa de fim de ano por conta das demissões

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Sábado, 02 de Setembro de 2017

Preso novamente homem que ejaculou em mulher e foi solto

Da Redação

Após ganhar notoriedade nacional com o episódio em que ejaculou sobre uma mulher que dormia em um coletivo em São Paulo, Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, foi preso novamente na manhã deste sábado e pelo mesmo delito. Atacou outra passageira dentro de ônibus na capital paulista. O ônibus trafegava pela Avenida Brigadeiro Luis Antônio quando houve o ataque e a PM foi acionada. É o terceiro caso de violência sexual contra mulheres nesta semana na capital, dois deles atribuídos a Diego.

O acusado e a vítima, além de testemunhas, foram levados ao 78º Distrito Policial (DP), nos Jardins, área nobre da cidade. Segundo policiais civis da delegacia, a identidade do agressor foi confirmada pela identidade dele e pela comparação com fotos anteriores dele de quando foi detido pela última vez.

O caso de Diego causou revolta nacional, especialmente nas redes sociais, após a decisão do juiz José Eugênio do Amaral Souza Neto de soltar o agressor. Para o magistrado, o caso não configurou estupro. Entretanto, outros juristas se opuseram a tese - o que gerou revolta.

Pai pediu a prisão



O pai de Diego defendeu a prisão do filho. "É perigoso que uma pessoa dessa fique solta, e o delito que ele pratica não é justo", criticou o aposentado, de 65 anos, que preferiu não se identificar ao ser entrevistado pelo Jornal do SBT. A entrevista foi no dia seguinte ao primeiro ataque, dia 30.

"Em casa não posso ficar com ele. Ele é muito forte e agressivo", descreveu. Desde que Novais foi solto, o paradeiro dele era desconhecido. "Acho que viajou pra Bahia. Se ficar aqui os caras matam ele", contou o pai, que estava acostumado a receber o filho na periferia da zona sul de São Paulo, onde mora.

Em 2009, aos 19 anos, o ajudante-geral foi detido pela primeira vez, na delegacia da Lapa (zona oeste). Depois, novos registros começaram em 2011 e vão até o caso de terça-feira. Por duas vezes, ele foi preso por flagrante de estupro. Mas os casos acabaram enquadrados como ato obsceno e Novais foi solto, como ocorreu nesta semana.

 

Veja também:

>> Morango brota na aridez do Centro Oeste

>> Camila Lima: há 19 anos na espera da tragédia acabar

>> Pablo Villaça e o filme da Lava-Jato: um filme partidário sim senhor!

>> Dilma inocentada no TCU. Alguém pode avisar a mídia?

>> Jornal Extra culpa goleiro do Fla por derrota e sofre retaliação - vídeo

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Preso novamente homem que ejaculou em mulher e foi solto
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!