• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20171123 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Funcionários do SBT cancelam festa de fim de ano por conta das demissões

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Sexta-feira, 04 de Agosto de 2017

Pesquisa Vox Populi, com Lula à frente em todos os cenários, aumenta chance de prisão

Da REdação

Está cada vez mais difícil a vida do ex-presidente Lula diante dos dois cenários que o cercam simultaneamente. Enquanto o Judiciário tenta de todas as maneiras barrar-lhe o caminho para a Presidência da República, agora inclusive com procuradores pedindo para que a pena aplicada por Moro, de 9 anos, seja ampliada por conta de uma patética suspeita de que seria dono de um triplex no Guarujá, as pesquisas de opinião, que lhe são favoráveis, soam como a desgraça. A razão é óbvia: quanto maior a lógica de que é imbatível numa eleição, maior a fúria dos adversários (políticos de direita, mercado financeiro, mídia corporativa e Judiciário) e a gana para mandá-lo para a prisão.

A pesquisa foi feita nos últimos dias de julho. Nela fica claro que os eleitores sabem das acusações que pesam contra Lula, mas mesmo assim querem-no de volta à Presidência. E a razão não é difícil de compreender: há uma crença consolidada de que tudo é que é falado contra Lula é produto da má fé dos adversários e daqueles que querem ver os atuais políticos, corruptos, no poder.

Para consolidar esta opinião basta observar o seguinte: continua a melhorar entre os eleitores a percepção de que o ex-presidente é honesto. Seis meses atrás, 30% lhe atribuíam essa característica. Na última pesquisa, o índice chegou a 35%. O petista também foi mais bem avaliado em outros quesitos, como competência e credibilidade.

Os nomes indicados na pesquisa como potenciais adversários não empolgam o eleitorado: Jair Bolsonaro, Marina Silva, João Dória, Ciro Gomes, Geraldo Alckmin, Sérgio Moro, Joaquim Barbosa. A todos Lula venceria com folga num eventual segundo turno.

Lula lidera as intenções de voto para a presidência no segundo turno em quatro cenários pesquisados: contra Jair Bolsonaro (PEN-RJ) ou João Doria (PSDB-SP), Lula alcança 53% das intenções de voto; se os candidatos forem Geraldo Alckmin (PSDB-SP) ou Marina Silva (Rede-AC), Lula bate ambos com 52% dos votos.

Nesses cenários imaginados pela pesquisa, Bolsonaro teria 17% dos votos. Já Alckmin, Doria e Marina alcançariam, no máximo, 15% do total de votos, cada um.

O Vox Populi destaca uma variação de 40% em junho para 42% agora de entrevistados que afirmam que votariam no petista. Para Marcos Coimbra, diretor do Instituto Vox Populi, vários dados pesquisa podem explicar porque Moro não acabou com as intenções de voto positivas no ex-presidente.

"Um deles, muito importante, é que, para 42% dos entrevistados, Moro não provou a culpa de Lula no caso do tríplex do Guarujá. Para 32%, Moro provou e, outros, 27% não souberam ou não quiseram responder", afirma Coimbra.

Diante deste quadro, o que resta à direita?

Pois é.


Lula é apontado como melhor presidente do Brasil por 55%



Segundo ele, outros dados da pesquisa CUT-Vox, ajudam a entender essa tese. Um deles é o aumento de 49% para 55%, entre junho e julho deste ano, do percentual de entrevistados que apontam Lula como o melhor presidente que o Brasil já teve - o outro nome lembrado é o de Fernando Henrique Cardoso (PSDB-SP), com 15%.

Além disso, 58% dos brasileiros consideram Lula um bom administrador, 65% dizem que ele é trabalhador e 61% afirmam que a vida melhorou nos 12 anos de governos do PT.

Já o presidente da CUT, Vagner Freitas, ressalta que o pessimismo dos brasileiros com o governo Temer vem aumentando rapidamente mês a mês por causa do desemprego recorde - mais de 13,5 milhões de trabalhadores estão desempregados - e das medidas de arrocho salarial, previdenciário e social.

Para Vagner, isso explica dados da pesquisa como os de que, com Temer, a vida piorou para 61% dos entrevistados - em junho o percentual era de 52%.

Aumentou também o pessimismo e a descrença quanto a capacidade de Temer de controlar a inflação - em junho, 62% achavam que a inflação ia aumentar. Em julho, esse percentual pulou para 75%. Cresceu também o percentual dos que acham que vai aumentar o desemprego no Brasil - de 68% em junho para 72% em julho.

A pesquisa CUT/Vox Populi, realizada nos dias 29 e 31 de julho, entrevistou 1999 pessoas com mais de 16 anos, em 118 municípios, em áreas urbanas e rurais de todos os estados e do Distrito Federal, em capitais, regiões metropolitanas e no interior.

A margem de erro é de 2,2 %, estimada em um intervalo de confiança de 95%.

 

Veja também:

>> A morte do Negro Gato, Luiz Melodia - vídeo

>> A imagem marcante de uma tragédia pouco comentada

>> A tragédia da precarização do trabalho na fila do supermercado

>> Brasileira que dançou ao lado de Bono Vox, do U2, em Paris, fez fotos sensuais - vídeo

>> McDonald's é atacado no Rio após negar lanches ao tráfico

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Pesquisa Vox Populi, com Lula à frente em todos os cenários, aumenta chance de prisão
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!