• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20170817 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 

Conexão TV

Segunda-feira, 14 de Agosto de 2017

Hermano Henning processa SBT

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Sábado, 22 de Julho de 2017

Crítica & Literatura: Histórias de uma moça bem-comportada

Há 200 anos, morria Jane Austen. Solteirona, provinciana, muito mais do que uma contadora de histórias de amor bonitinhas, ela deixou observações perspicazes e ferinas sobre a vida de pequenos e grandes proprietários de terras, aristocratas ou não, no início do século XIX, na Inglaterra. Reconhecida pelos especialistas em literatura como uma das renovadoras do romance, há pouco mais de vinte anos Jane Austen virou objeto de culto, principalmente entre as mulheres jovens e românticas, parecidas com as que ela sempre retratava com extrema ironia.

ver mais >>

Quarta-feira, 19 de Julho de 2017

O milagre da recuperação de chip do celular dentro do túnel Zuzu Angel

Mazinho e a caçada ao chip no túnel escuro
Mazinho e a caçada ao chip no túnel escuro

Hilmar Martins, 52 anos, o Mazinho, deixou seu celular inadvertidamente sobre o teto de um carro de um morador do prédio onde trabalha, no Leblon. A dona saiu com o automóvel e não viu o aparelho. Alertada apenas 15 minutos depois, ela lamentou: "então foi este barulho que escutei, dentro do Zuzu Angel, logo após dar uma freada. Alguma coisa caiu no chão. Tentei enxergar pelo retrovisor, mas estava escuro". Mazinho não titubeou. Encheu-se de coragem, pegou o próprio carro e escolheu uma das faixas para fazer uma busca ao celular no poluído, escuro e com o trânsito intenso no túnel. Isso, às 10h30 desta quarta-feira. E encontrou. Na faixa da direita.

ver mais >>

Sexta-feira, 14 de Julho de 2017

Olga de Mello abre curso para quem quer escrever bem e melhor

Levaria a Bíblia caso fosse para o BBB
Levaria a Bíblia caso fosse para o BBB

Jornalista, cronista, crítica literária, Olga de Mello é daquelas pessoas que reconhecem num bom livro um companheiro indispensável para carregar por toda a vida. Amante da arte de bem escrever, ela se prepara agora para mergulhar num ambiente novo, por isso mesmo tentador, embora conheça muito bem: ensinar grupos de até seis pessoas a desenvolver o dom de se comunicar bem através da escrita. Internauta de hábitos moderados, mas leitora compulsiva, a jornalista acredita que é hora de oferecer ferramentas para aqueles, por conta da internet, escrevem muito mais, mas pecam na aplicação de regras básicas de português. Além disso, com o advento dos "códigos da internet", o empobrecimento da língua, algo contra o qual todos devemos lutar, passa a ser um risco real. Desenvolver técnicas de texto e introduzir alunos no mundo da literatura passam a ser então o novo desafio de Olga de Mello.

ver mais >>

Segunda-feira, 10 de Julho de 2017

Museu da Escravidão a caminho no Rio com a vitória do Cais do Valongo

O Brasil, o último país ocidental a abolir a escravidão, pode finalmente realizar o desejo de historiadores e pesquisadores e instituir o Museu da Escravidão. A sinalização para este processo surge com a transformação do Cais do Valongo em Patrimônio Cultura da Humanidade. Embora divida opiniões entre a comunidade negra, a criação do museu é uma importante iniciativa para perpetuar uma história de resistência e ao mesmo tempo de violência imposta pelos brancos europeus e seus descendentes contra um povo escravizado.

ver mais >>

Sábado, 08 de Julho de 2017

Crítica & Literatura: Mudanças físicas, orgânicas, culturais

Desafio às alergias, arrumar livros para mudanças - de casa, de vida, de estantes - propicia um doce encontro com momentos vividos, porém nem recordados. Antes de dar um novo destino à velha edição de Amar, verbo intransitivo (ganhei o box da Nova Fronteira que tem ainda Macunaíma e Contos Novos, e sai tudo por R$ 59,90), folheio o volume, que será substituído por um novo, na prateleira. Agarrado à orelha, uma carta de minha tia Vilma a meu pai, na expectativa de nossa viagem de férias para Florianópolis em abril de 1964. Não sei qual foi a resposta de meu pai, mas a viagem foi adiada. Em 1º de abril de 1964, estávamos no Rio de Janeiro. Eu tinha apenas 3 anos, mas me lembro de adultos que não ligavam para uma de minhas raras traquinagens: peguei a caixa de maquiagem de outra tia, e passei de tudo no rosto; todos sorriram e voltaram a conversar com semblantes severos a respeito de mudanças na política que só vim a compreender quase uma década mais tarde.

ver mais >>

Sexta-feira, 07 de Julho de 2017

A melhor história da semana: "83 anos escandalizando a sociedade!"

A transgressão é o tema desta narrativa cheia de bossa e de audácia. Da personagem e de todos os que não estão nem aí para os convencionalismos e, quando se realiza, pisa mesmo com vontade a sua guimba de cigarro. Boa sexta-feira a você que consegue rir de casos assim.

ver mais >>

Pág. atual: 2/986
 
 

Copyright 2017 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!