• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20181017 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018

Caetano entrevista Manuela D'Ávila
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Terça-feira, 02 de Outubro de 2018

Globo X Record: nem nas pesquisas as emissoras combinam

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Terça-feira, 04 de Setembro de 2018

Alternativas à globalização: Ibase traz para o Brasil livro de Paul Raskin

Os caminhos para uma nova civilização planetária
Os caminhos para uma nova civilização planetária

"Jornada para Terralanda" rompe com a ideia de desenvolvimento econômico como único caminho possível para a melhoria de condições de vida no planeta. Paul Raskin é fundador da Great Transition Initiative (GTI), que desde 2003 mobiliza renomada rede internacional para explorar estratégias que levem a um futuro sustentável e de respeito aos bens comuns do planeta.

ver mais >>

Terça-feira, 04 de Setembro de 2018

Museu Nacional: meninos, eu vi!

Um dia no Museu ou: Meninos eu vi
Um dia no Museu ou: Meninos eu vi

Fiquei na dúvida se deveria ou não relatar esta história aqui entre os internautas de Conexão Jornalismo. Motivo: não quero expor pessoas que talvez tenham melindres em falar no assunto por temerem que a história atrapalhe trabalhos futuros. Então hesitei, pensei e decidi falar em meu próprio nome. Sem mencionar terceiros. Se alguém, mais à frente, desejar falar que o faça. Eis meu depoimento sobre passagem recente no Museu Nacional.

ver mais >>

Segunda-feira, 03 de Setembro de 2018

A tragédia do Museu Nacional nos 200 anos foi obra do descaso

Luzia, 12 mil anos, não sobreviveu ao governo Temer
Luzia, 12 mil anos, não sobreviveu ao governo Temer

Por que nos 200 anos do Museu Nacional, ato que deveria ser tratado com enorme festividade no Rio e no país, tudo foi mantido em sigilo - quase às escondidas? Será que o incêndio fatal que destruiu o lugar, e que fere de morte um dos acervos mais ricos da história do país foi, de fato surpreendeu? Por que no bicentenário do Museu não havia a mínima atenção nem sequer para a sua segurança? No artigo abaixo, o arquélogo Thomas de Toledo fala sobre a tragédia.

ver mais >>

Segunda-feira, 03 de Setembro de 2018

Museu: "Na guerra não há tempo para chorar!"

Culpar a UFRJ pelo incêndio é se omitir
Culpar a UFRJ pelo incêndio é se omitir

Estamos assistindo à destruição do maior e mais importante acervo científico do país e os golpistas já estão querendo responsabilizar a UFRJ pela tragédia de hoje.

O Museu Nacional, além de tudo que significava como patrimônio e como instituição de pesquisa era o ponto natural de concentração das Marchas pela Ciência, o berço ao qual sempre regressava nossa maltratada e aguerrida comunidade científica. O porto seguro de todos que teimam em acreditar que esse país pode ser soberano e usar nossa imensa capacidade de produção de conhecimento para oferecer uma vida digna ao seu povo.

ver mais >>

Sábado, 01 de Setembro de 2018

Crítica & Literatura: As crianças, o sexo e a guerra

A pauta literária desta semana - a educação sexual das crianças - veio de um candidato a presidente da República que alardeia seu conservadorismo à brasileira, aquele machismo "só de brincadeirinha", anterior aos tempos politicamente corretos. Entre as preocupações desse conservador está o incentivo a práticas sexuais diversas e precoces a partir da leitura de "Aparelho sexual & Cia - Um guia inusitado para crianças descoladas" (Companhia das Letras, R$ 37,90, esgotado), da escritora francesa Hélène Bruller e do cartunista suíço Zep.

ver mais >>

Sábado, 25 de Agosto de 2018

Crítica & Literatura: Esses moços românticos

Um é Elio, o outro Paolo/Paul. Jovens intelectualizados, bissexuais, apaixonados, eles buscam no passado a construção de cada romance atual, em duas narrativas envolventes como um profundo caso amoroso, assinadas pelo egípcio André Aciman. O personagem Elio ficou famoso com a adaptação cinematográfica de "Me chame pelo seu nome" (Intrínseca, R$ 39,90), que deu ao veterano James Ivory o Oscar de melhor roteiro adaptado neste ano. O protagonista dos contos sequenciais de "Variações Enigma" (Intrínseca, R$ 44,90) reproduz as dúvidas e o encantamento de Elio pelos amores ao longo da vida, com um fôlego de adolescente, misturado à melancolia da maturidade.

ver mais >>

Pág. atual: 2/1002
 
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!