• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
SELECT TOP 3 B.Codigo , B.Nome_Arquivo , B.Href , B.Descricao FROM Banner B WHERE B.Publicar = 1 AND B.Data_Expiracao >= 20180820 AND B.[1pagina] = 1 AND B.Cod_Tipo_Banner = 4 ORDER BY B.Data_Publicacao DESC, codigo DESC
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

Funcionário do Mais Você é assassinado no Rio - vídeo
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Quarta-feira, 08 de Agosto de 2018

"Chandler Bing", de Friends, é internado às pressas nos EUA

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > notícias conexão

Notícias Conexão

 

Domingo, 03 de Setembro de 2017

O Rio falido e o caderno do Globo patrocinado pelo Pezão

Da Redação

O Rio de Janeiro continua sendo. Casa da Mãe Joana. Em meio a uma crise sem precedentes na economia daquele que já foi o mais próspero estado da nação, O Globo, bom de marketing como poucas coisas no país, decide faturar criando um caderno, ou dois, chamado "Reage Rio". Dele participam várias pessoas, bem intencionadas, que fazem propostas para levantar o astral e reagir ao desânimo. Tudo estaria bom e bem não fosse por um detalhe: a cada página de um dos cadernos se segue um anúncio de página inteira de entidades patronais, do comércio e, claro, do governo do Estado e da Assembleia Legislativa do Rio.


E é sobre os dois últimos que precisamos falar. O governo do Estado, que durante os últimos dez anos recebeu o apoio do Grupo Globo, é o mesmo que colocou o estado neste buraco sem fundo. Basta dizer que o ex-governador Cabral, aliado de primeira até a última hora da família Marinho, está preso envolvido em corrupção.

Seu sucessor, Pezão, que já foi denunciado na mesma Lava-Jato que encarcerou Cabral, não paga em dia salários de servidores há mais de um ano. Professores fizeram e fazem greve e muitos passaram a ocupar calçadas por não ter como pagar aluguel.

O carioca faz campanha para doação de alimentos para ajudar servidores.

Na Alerj, antro de corrupção há décadas, não é diferente. Paga-se salário e a propina corre solta envolvendo seus principais dirigentes.

E como pode, numa cara de pau inominável, colocarem dinheiro público para bancar caderno do Globo com o título "Reage Rio"? O cinismo perdeu há muito o limite da vergonha.

O Reage Rio começou na década de 90 e pelas mãos do inquestionável Betinho. Mas hoje, o tomado pelo Globo, parece até a revisão do que se pede ao cidadão em momento de assalto. Reagir aos ladrões, a criminosos, muitos dos quais responsáveis por deixar o Rio no buraco.

 

Veja também:

>> Morango brota na aridez do Centro Oeste

>> Crítica & Literatura: O livro encontra seu público

>> Camila Lima: há 19 anos na espera da tragédia acabar

>> Preso novamente homem que ejaculou em mulher e foi solto

>> Pablo Villaça e o filme da Lava-Jato: um filme partidário sim senhor!

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
O Rio falido e o caderno do Globo patrocinado pelo Pezão
 

Copyright 2018 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!